https://www.swtl.pt/web/index.php?route=product/isearch%26search=z370

Antevisão da Grande Final da LPLOL

A Grande Final da LPLOL será já este fim-de-semana entre os dias 9 e 11 na Comic Con. O evento contará com as melhores equipas da scene nacional de League of Legends, os K1CK, que se apuraram para esta Grande Final no primeiro lugar da classificação, os FTW, que assumem a segunda posição da classificação e vão diretamente para a semi-final, os AlienTech e os Doxa, terceiros e quartos classificados, respetivamente. O evento conta com um prize pool total de 4 000€!

O evento terá um formato de Gauntlet, levando assim a que as equipas apuradas com seeds mais baixos necessitem de realizar mais jogos para atingirem o primeiro lugar do torneio. Os K1CK terão apenas de jogar um Bo5 enquanto os Doxa ou Alientech terão de realizar dois Bo3 e um Bo5 para se sagrarem campeões da LPLOL.

Para pôr todos os nossos seguidores a par do que podem esperar para este fim-de-semana, o FRAGlíder decidiu realizar uma antevisão sobre o evento.





(foto cedida pela LPLOL)

Começando pelo quarto classificado, os Doxa Prime. Este é o primeiro split dos Doxa na LPLOL e já conseguiram um feito bastante interessante ao atingirem os playoffs desse split e qualificarem-se para a Grande Final da season. Os Doxa foram sofrendo várias alterações ao longo da sua estadia na LPLOL e continuaram a demonstrar um nível bastante elevado para estreantes na competição.

A equipa afirmou à LPLOL que o objetivo passa pela vitória do evento porém, parecem cientes da qualidade dos adversários que irão defrontar. Os Doxa terão pela frente os Alientech como partida de abertura do torneio. A verdade é que, na última vez que se defrontaram, a vitória caiu para o lado dos AT por um claro 2-0. Não só o 2-0 é expressivo, como também as estatísticas da partida nos demonstram a superioridade dos vencedores. Os Doxa Prime nunca tiveram o controlo do jogo. Contudo, esta foi uma partida já realizada à cerca de 3 meses. É de esperar que a equipa tenha sofrido uma evolução, até em termos de experiência, já que se estavam a iniciar na LPLOL e as alterações que foram ocorrendo no lineup os tenham aproximado das equipas que terão de defrontar para chegar ao seu objetivo, o título da LPLOL. Acreditamos que os Doxa são claramente a equipa a correr por fora na tentativa de vencer a competição. Têm qualidade mas a sua inexperiência e a qualidade superior das restantes equipas faz com que as probabilidades de vitória sejam mais reduzidas.

O destaque individual vai para scutt, o AD Carry da equipa e que afirma que será, num futuro breve, o melhor português nessa posição. O jogador, com um KDA de 3.1, vem-se afirmando como parte essencial do roster ao conseguir um total de 61% da participação nas kills da equipa.

Os Doxa Prime apresentar-se-ão com o seguinte quinteto:

Pedro "GodsCloud" Pereira - Top Laner
Bernardo "OhColega" Silva - Jungler
João "BacaCórnio" Bigas - Mid
João "scutt" Cunha - AD Carry
Hugo "Sacred" António - Support

Cyril "Mahisto" Pinho - Coach/Manager





No que toca aos Alientech, espera-se uma equipa super-motivada. Os AT vêm de um terceiro lugar nos dois splits desta season após serem eliminados pelos FTW em ambos os playoffs. Porém, dos três principais candidatos ao título, os AT são a única equipa que se apresenta sem alterações na equipa nas últimas semanas. Terão em sua desvantagem a necessidade de realizarem três partidas para vencerem o evento, contudo, e ao contrário do ocorrido nos playoff’s do 2º Split, a equipa poderá, caso consigam ultrapassar Doxa e FTW, ter um dia de descanso entre os quartos-de-final/semi-final e a final, recuperando assim do cansaço de dois Bo3’s.  Apesar da motivação que poderão apresentar, durante a prova de fogo que possuiram há cerca de duas semanas nos playoffs, a equipa não conseguiu apresentar-se ao nível de um possível vencedor da LPLOL, sendo eliminados por 2-1 nas meias-finais pelos  FTW!

O FRAGlíder sabe que a equipa se encontra a realizar um bootcamp, não só para se prepararem para a Comic Con, como também para o Open Qualifier da Challenger Series Europeia, já na próxima semana. Pode-se esperar uns Alientech muito fortes mentalmente e prontos para quebrarem esta séries de terceiro lugar que vêm atingindo!

A equipa é bastante equilibrada em todas as roles, porém acreditamos que o papel de Aziado na mid lane poderá ser essencial para poderem chegar à vitória do torneio. O jogador, com um KDA de 7.4, será peça vital na prestação da equipa. O domínio da mid lane e a sinergia que tem vindo a apresentar com o seu jungler, Crusher, poderão ser o ponto chave para a equipa atingir os seus objetivos, especialmente quando os principais candidatos ao título, K1CK, apresentam um suplente na mesma posição.

Os Alientech apresentar-se-ão com o seguinte quinteto:

Miguel "fearless" Santos - Top Laner
Gonçalo "Crusher" Brandão - Jungler
Tiago "Aziado" Rodrigues - Mid
João "AlternativeX" Parada - AD Carry
Nuno "Slayer" Moutinho - Support

António "Fintinhas" Lisboa - Coach





A For The Win, por todo o historial que possui na comunidade e no League of Legends nacional, é sempre uma das candidatas à luta pelo título. Porém, a equipa encontra-se algo desfalcada depois de ter perdido há cerca de duas semanas um dos elementos fundamentais da equipa, Kyuuga. O ex-jungler da equipa era peça fundamental do roster e um dos mais experientes neste tipo de palcos. O jogador será substituído por Davey, que apesar de ser um jogador já oldschool e de possuir bastante experiência, vem de um período bastante longo sem jogar competitivamente e ainda não possui a quantidade de treinos necessária para criar sinergia com a equipa. Relembre-se que o jogador foi oficializado apenas há cinco dias.

A FTW já se encontra apurada para as meias-finais e como tal terá de derrotar Doxa ou Alientech para se qualificarem para a grande final do evento. O capitão da equipa, Joo, à LPLOL, afirmou que os resultados da equipa poderão depender do estado mental em que o roster se apresentar na primeira série, que acreditam ser contra os Alientech. Na verdade, as duas equipas defrontaram-se duas vezes neste split, terminando em uma vitória para cada equipa. O treinador da equipa, Silver, afirma que of FTW entram mais uma vez como os underdogs da competição!

O destaque vai para Joo. Se Kyuuga era uma das peças fundamentais da equipa, Joo, que já era o shotcaller in-game, terá de assumir o comando da equipa ainda mais do que o fazia no passado. Serão as suas calls, a sua tomada de decisão dentro de jogo, que tornarão possível aos FTW disputar o torneio. A inexperiência de alguns dos seus colegas de equipa a este nível terá se ser compensada por uma excelente tomada de decisão do support e agora capitão da FTW!

A For The Win será representada na Comic Con por:

Hugo "Define" Vieira - Top Laner
João "Davey" Moreira - Jungler
Marcos "Xaky" Letras - Mid
André "Afm12" Martins - AD Carry
João "Joo" Pereira - Support

Ricardo "SilverGhunzul" Chaves - Coach





Por fim, os K1CK! A equipa sofreu alterações há poucas semanas, tendo jogado com Minitroupax no mid nos playoffs do 2º Split. A verdade é que, apesar de os jogos terem sido mais próximos do que o habitual, a equipa conseguiu vencer, mais uma vez, um split da LPLOL. A consistência que esta equipa apresenta, a sinergia que têm entre praticamente todos os jogadores, fazem deles os principais candidatos a vencer a LPLOL, mesmo com um jogador com quem não estão habituados a jogar na Mid Lane, o JoãoS92.

Os K1CK vêm de um split perfeito, não perdendo qualquer partida! Terminaram com um total de 7 vitórias, sem qualquer empate ou derrota! Na LGW, a equipa apresentou-se com Kepe a AD Carry e MiniTroupax no mid, e apesar de terem deslocado praticamente dois membros, já que o primeiro teria deixado de jogar e mini era o AD Carry da equipa normalmente, conseguiram vencer a final por 2-1. Para a Comic Con a equipa contratou JoãoS92 para ocupar a mid lane.

O destaque, desta feita, vai mesmo para o membro mais recente da equipa, JoãoS92. Apesar de não se encontrar no mesmo nível mecânico de Xico, João terá um papel completamente diferente deste na equipa. Não se espera que o jogador carregue a equipa, que seja agressivo como Xico era. Na verdade, e devido à qualidade de todas as restantes posições, o jogador terá até um papel muito passivo. Espera-se que mantenha o mid equilibrado enquanto os restantes jogadores aproveitam toda a sinergia que possuem para colocarem a equipa na frente e mais perto da vitória. Em entrevista à LPLOL, o jogador afirmou exatamento isso revelando que a sua posição na equipa passará por seguir as calls da equipa. Parece ter a mentalidade correta para enfrentar a série que terá pela frente e isso só poderá ajudar os K1CK.

Os K1CK serão representados neste torneio por:

Alexandre "Truklax" Nascimento - Top Laner
António "LeChase" Carvalho - Jungler
João "JoãoS92" Soares - Mid Laner
Amadeu "MiniTroupax" Carvalho - AD Carry
Ruben "Rhuckz" Barbosa - Support

André "Guilhoto" Guilhoto - Coach




Em suma, as equipas estão mais equilibradas depois destas alterações com os K1CK a perderem alguma da vantagem que apresentaram no passado, porém continuam os favoritos para vencerem a Grande Final da LPLOL. Logo atrás vêm os Alientech a tentarem aproveitar as alterações nas restantes equipas para conseguirem chegar ao título. Os FTW estarão praticamente ao mesmo nível dos Alientech na luta pelo título, porém a falta de sinergia poderá levar a que a equipa não consiga mais que o terceiro lugar. Por fim, e a correr por fora nesta luta pelo título, vêm os Doxa Prime, a grande estreia neste nível.

Todas as equipas que se encontram neste nível possuem claramente capacidade para vencerem o evento, porém, na nossa opinião, as probabilidades de vitória distribuem-se conforme mencionado.

O FRAGlíder estará presente no recinto para vos trazer todas as novidades da Grande Final da LPLOL!
 







2694