-

HIDDENj: "Em BO3, os Hexagone podem ser derrotados por nós"

O evento do Bilbao Esports Tournament chegou ontem ao fim com a vitória dos KPI sobre os gBots na final. Uma comitiva Portuguesa imensa quase esteve presente nos três dias do evento, tendo o dia 2 revelado-se fatal para 5 de 6 equipas que viajaram de Portugal e ambicionavam a maior fatia de uma prizepool de 13,000€. No final do segundo dia do torneio, o Fraglíder esteve à conversa com HIDDENj para perceber mais sobre as rotinas dos Panthers, das suas expectativas para este evento e o que podemos ver desta equipa num futuro próximo.


Fraglíder: Vamos começar pela vossa prestação aqui no torneio de Bilbau, chegando ao dia 2 após uma primeira fase de grupos onde ficaram com Hexagone, Guardians e Ents. Um segundo lugar obtido fez-vos passar para a segunda fase mas antes de falarmos dela, vamos rever o percurso da vossa equipa no dia 1.

HIDDENj: No dia 1, a nossa equipa estava tranquila, tínhamos confiança de que iamos passar apesar de sabermos as dificuldades que íamos encontrar pela frente. Digamos que nos portamos bem, perdemos o jogo com os Hexagone - ambas as equipas eram as favoritas a passar o grupo - e apesar de um resultado próximo, não deixamos de cometer erros nesse jogo. Falamos logo após do jogo acerca do que tínhamos feito mal, do que tínhamos feito bem, do que necessita de ser corrigido e o jogo seguinte frente aos Guardians, BO3 com um mapa de vantagem, estávamos perfeitamente à vontade e fechamos logo o assunto no primeiro mapa, passando para o dia 2.

 

O pessoal esteve todo bem e resta-me apenas desejar os parabéns à minha equipa.


Fraglíder: No dia 2, vocês ficaram emparelhados com os MAD Lions e com os KPI, conseguindo até fazer dois jogos bastante equilibrados neste round robin. Chegaram a overtime num jogo com os MAD Lions em que estavam a dominar e depois, com os KPI, deixaram fugir a liderança e a vitória mesmo no fim. Tendo em conta que para a maioria de vós este era o vosso primeiro torneio internacional, estavas a espera de ver resultados tão apertados da vossa parte neste segundo dia contra algumas das melhores equipas de Espanha?

HIDDENj: Nós sabemos que temos qualidade, acabando os resultados por não me surpreender muito porque a equipa está junta há muito tempo já, temos um grupo unido e consciência que possuímos essas qualidades, apesar de não treinarmos muito. Tendo muita qualidade individual, o que estivemos a fazer no Hotel foi estudar minimamente as equipas, ver que mapas gostavam ou não de jogar e comparar esses dados com os nossos, acabando no de_train. É um mapa em que estamos bem, somos fortes - temos dois bons AWPs, o jayy e o krush fizeram 2 bons jogos.

Já com os MAD Lions, eu acho que a partir do momento em que o pessoal começou a perceber que era possível ganhar, começamos a stressar um bocado. Não tínhamos qualquer obrigação de passar o grupo, desde o início estávamos a jogar tranquilos - os MAD Lions era bem mais favoritos do que nós mas o objectivo principal estava cumprido, passar a 1ª fase de grupos. Entramos muito fortes frente aos MAD Lions, chegamos a estar a ganhar 13:07 só que metíamos uma ronda, leváva-mos reset, era ecos, ecos, ecos, ecos...

Não conseguíamos, não estavamos a lidar bem com o Rush A deles - eles entravam sem smokes apenas com molotovs para todo o lado e não estavamos a ver como dar counter. Pedimos um pause, falamos disso e conseguimos ir depois a Overtime. Já no OT, acho que houve um bocado de throw nosso, jogávamos precipitados e chegamos a perder rondas como 4vs2 em que eles tinham a bomba plantada. Este torneio foi muito vantajoso porque olhámos para ele como um treino para a Comic Con, ser LAN internacional ou não para os nossos jogadores é igual, não acusam pressão nenhuma.

Quanto aos KPI, são uma das melhores equipas Espanholas e começamos a perder 4-0 mas sempre acredítamos que era possível, conseguindo virar a half para 10-5 a nosso favor. Depois, no nosso melhor lado que até é atacar train, não estávamos a conseguir ganhar a Pop, acho que foi isso que nos faltou a atacar. Eles estavam sempre a dar counter nisso, tentamos com molotovs, boosts, granadas mas nada resultou e o facto de terem grandes talentos individuais fez uma grande diferença, rondas que estavam 5vs2 a nosso favor acabavam a ser 1vs1, significando que perder a ronda seguinte nos dava reset na economia. Apesar disso, o pessoal esteve todo bem e resta-me apenas desejar os parabéns à minha equipa.

 

Nós temos capacidades para ganhar aos Hexagone e a qualquer equipa que está na Comic Con.


Fraglíder: Abordando já o futuro imediato para a equipa dos Panthers, vocês vão participar na Comic Con e como acabaste de referir, train é um mapa com o qual estão bastante confortáveis e acabou por ser jogado aqui por vós em 4 dos 5 jogos realizados. Acreditas que vocês ganharam respeito no mapa para encontros futuros e é uma arma que à partida vos vão retirar para a Moche TPGO ou as equipas vão aceitar o desafio e jogar no vosso mapa?

HIDDENj: No dia 1 da Comic Con, penso que as equipas vão retirar-nos o cache e que toda a gente em Portugal sabe a nossa qualidade nesse mapa. É sempre o primeiro veto do pessoal em Portugal, foi isso que os Hexagone que nos conhecem fizeram, baniram cache e acabamos em train. Nós estamos preparados para jogar qualquer mapa, não temos qualquer dificuldade nesse aspecto. Na Moche TPGO, como o jogo da Winners é BO1, nem sei. Não consigo prever e sinceramente é algo em que ainda não pensamos porque viemos preparar Bilbau e só agora é que vamos olhar com atenção para a Comic Con. Este torneio serviu acima de tudo para ganhar experiência mas num BO3 penso que vai ser tudo diferente, só há 1 veto e até acaba por ser melhor para nós.

Na Moche TPGO, temos claramente duas equipas favoritas a chegar à final como é o caso dos Hexagone e também dos Alientech - os Alientech são claramente a melhor equipa em Portugal mas os Hexagone já tem vindo a mostrar que conseguem bater-se muito bem com eles, quer na NET quer na LAN. Entre nós e os Defs, qualquer equipa pode dar upset a outra num BO1, mesmo aos Alientech, enquanto que em BO3 acho que os Hexagone podem ser derrotados por nós, claro que são favoritos mas nós temos capacidades para ganhar aos Hexagone e a qualquer equipa que está na Comic Con.

 

Não treinávamos, tínhamos conflitos de horários, o pessoal não podia estar durante a noite enquanto uns não podiam estar durante a tarde.


Fraglíder: O ano de 2017 está a chegar ao fim, faltando apenas jogar a Moche TPGO. Que expectativas podemos ter para esta equipa em 2018?

HIDDENj: Nós já tínhamos falado antes de montar esta equipa que iamos jogar a TPGO, se desse para ir ao top quatro íamos, se não desse não era por aí. Jogamos a TPGO basicamente em estilo de mix, não treinávamos, tínhamos conflitos de horários, o pessoal não podia estar durante a noite enquanto uns não podiam estar durante a tarde. Agora já falamos todos, já possuímos o mesmo horário e temos treinos minimamente regulares apesar de ainda não ser o desejado, temos feito três treinos por semana, não é muito mas foi isso que se conseguiu arranjar porque o pessoal tem escola.

Basicamente somos todos estudantes, uns tem horário de tarde, outros de manhã, é difícil de conciliar e aproveitamos para treinar durante a noite. Nos fins de semana, agora que tem havido muitos torneios, também não dá para treinar - temos ido a todos os qualificadores Europeus que aparecem na FACEIT porque aí é que jogamos com as melhores equipas e evoluímos. Acho que é isso que nos falta numa base mais regular, jogar com os melhores para evoluir, para ver os nossos erros e para ficarmos ainda mais fortes. Só temos coisas positivas para tirar deste torneio, jogamos contra as melhores equipas Espanholas e provamos que conseguimos batê-las em LAN e isso prova muito a qualidade da nossa equipa e que devem ter medo de nós.







3058