stadodo: Se eu estivesse sempre mal ninguém me iria criticar

Estivemos à conversa no segundo dia do evento do Moche XL Esports com o jogador dos OFFSET Esports Renato "stadodo" Gonçalves que não conseguiu qualificar-se para o evento principal após derrota na final da Master League Portugal diante dos Vodafone Giants.

Nesta entrevista, o jogador aborda os seus atuais problemas de performance, a perseguição e críticas da comunidade bem como o que esperar dos OFFSET para o futuro e os problemas com que a equipa se depara no dia a dia.


"São fases, esta irá passar certamente e quando isso acontecer iremos voltar a ganhar jogos."

Fraglíder: Vocês ontem estiveram no jogo inaugural do dia contra os Giants, final da Master League Portugal onde não tiveram propriamente o dia que esperavam. Na tua opinião, o que correu pior visto que foi contra uma equipa a quem já conseguiram ganhar? O que podia ter corrido melhor para a vossa equipa?

stadodo: Eu penso que a nossa equipa não está a 100% nas suas capacidades. Cada um de nós não está no melhor nível, eu não estou no melhor nível, pronto... não vejo os cinco no seu melhor nível e isso afeta a nossa equipa. Não estamos bem individualmente, também colectivamente não temos muitas opções ainda com a falta de treino, estão a faltar-nos opções. Muita gente falava que os OFFSET são a melhor equipa portuguesa porque não lhes falta opções mas isso não é verdade. Quando estamos bem individualmente, a equipa rebenta - quando um ou dois não estão bem, a equipa ressente-se muito e é isso que tem acontecido. Eu não tenho estado bem individualmente e não é de falta de treino mas são fases, esta irá passar certamente e quando isso acontecer iremos voltar a ganhar jogos.


"É agora que eu estou mal que me estão a criticar, a tentar mandar abaixo?"

Fraglíder: Recentemente tens sido algo criticado por parte da comunidade relativamente às tuas performances menos conseguidas. És da opinião que parte disso advém também das expectativas criadas em torno da equipa na sua formação e que agora está a criar pressão sobre os seus elementos?

stadodo: Sim, é como tudo. Assim que a equipa foi feita, meteram-nos um rótulo - o de Top 1. Nós aceitamos isso, olhando para a equipa acho que tem tudo para o ser, para se tornar numa equipa imbatível em Portugal e fazer coisas boas lá fora mas neste momento sou da opinião que não o somos. Não é fácil ganhar-nos mas isso não faz de nós imbatíveis; uma equipa que nos veja jogar consegue fazer antistrats contra nós. Em relação às minhas performances, é como te digo, o pessoal fala quando nós estamos mal. Não posso ter dois jogos maus que começam logo a criticar, criticar, criticar mas isso são pessoas que não olham ao bem, se eu estivesse sempre mal ninguém me iria criticar.

Agora, quando eu estive bem essas mesmas pessoas estiveram lá a apoiar e é agora que estou mal que me estão a criticar, a tentar mandar abaixo? Essas pessoas a mim passam-me ao lado, são insignificantes. Claro que mexe com qualquer um, ninguém gosta de ver comentários negativos sobre si mas vamos continuar a trabalhar, agora vamos ter mais tempo para treinar. Iremos voltar a um bom nível e sem dúvida que os índices de confiança vão subir - temos mais duas finais para disputar e é nisso que temos de nos focar, dar o step up para vencer porque já chega de perder. Acabámos de perder uma boa oportunidade agora, é frustrante chegar a finais Ibéricas e não conseguir passar mas é essencialmente necessário treinar. Treinar para a Superliga, treinar individualmente, subir as minhas performances... quem diz que a culpa é da LAN é só ridículo e de quem não me acompanhou no ano passado.

Sempre que fui às LANs enquanto Hexagone rebentei tudo, não é uma questão de online ou offline. Não me tenho sentido confortável, sinceramente frustrado em relação aos últimos resultados e à equipa, uma pessoa quer dar 100% e a equipa não consegue dar isso, não porque não quer mas porque não pode. Algumas coisas nesta vida ultrapassam o Counter-Strike e neste momento aquilo que estou mesmo à espera é que a equipa consiga dar o 100% e levantar os níveis de confiança.


"Era um sonho para nós estar no Moche XL Esports."

Fraglíder: Estavas a falar de finais. Desde a formação da atual equipa dos OFFSET, todas as competições nacionais e ibéricas em que vocês participaram acabou com a vossa chegada à final. Em cinco finais até agora, ganharam apenas a primeira na MadMonkeyz, estando apurados para mais uma final na WGR Cup e também para a Final Four da Superliga. Qual é o maior objectivo? Qual o mínimo que achas fundamental fazer no que falta para encerrar esta temporada?

stadodo: O fundamental para a equipa ter saúde e ganhar motivação é vencer estes dois torneios, é esse o nosso objectivo. O objectivo é ganhar tudo e perdendo o que já perdemos até agora com as oportunidades que tivemos... é assim: Somos nós que merecemos estar lá, são oportunidades que nós críamos, não andamos a levar convites, não levamos nada. Andamos a criar essas oportunidades e o pessoal perde - só perde quem está lá, só ganha quem está lá. Os comentários negativos vão sempre aparecer, a dor de cotovelo também existe em algumas equipas. Estão muitas equipas a crescer e não vai ser nada fácil esta Superliga, os Hexagone estão a crescer, os Team HD também mas não acho que nos criem muitas dificuldades por agora. Os Hexagone serão a equipa que mais obstáculos nos irá criar nesta Superliga.

Fraglíder: Mesmo não tendo participado enquanto jogador, passaste o dia a assistir ao Moche XL Esports do lado de fora. Do que viste enquanto espetador, correspondeu às tuas expectativas? Excedeu as mesmas? Que estás a achar do torneio até agora do ponto de vista competitivo e organizacional?

stadodo: Nem tenho palavras. É algo que eu achei impensável há uns meses, excedeu completamente as minhas expectativas. Às 10:00, eu a achar que iam estar umas 100 pessoas e em vez disso estavam umas, não sei, 2000 pessoas a ver, a puxar por nós e isso foi algo que gostei muito. Claro que fiquei triste por perder e desiludir essas pessoas mas como disse, as coisas vão melhorar e vamos treinar para um dia estar num torneio internacional como este. Era um sonho para nós estar no Moche XL Esports.


"Irei certamente voltar em grande forma noutros torneios"

Fraglíder: Algum pensamento final que queiras deixar?

stadodo: Apenas quero dizer às pessoas que apoiem os OFFSET, que apoiem os Esports em Portugal e que deixem de olhar para as estatísticas, vejam o jogo como ele é. Não critiquem por criticar porque mandar abaixo é o que as pessoas gostam, dor de cotovelo todos temos - uns mais do que outros porque eu não vou criticar uma pessoa que está acima de mim, que fez mais do que eu só para isso me deixar contente, é isso que estão a fazer comigo.

Irei certamente voltar em grande forma noutros torneios, não sei quando, pode ser já amanhã, pode ser na Superliga, no Rock in Rio... Sei que vou voltar, não deixei de ser o jogador que sou, tanto em LAN como Online. Vamos tentar partir tudo nestes dois torneios, dar o tudo por tudo e fazer uma pausa depois destes dois torneios para pensar no nosso jogo e naquilo que temos feito e para melhorar enquanto equipa.

Fraglíder: Muito obrigado pelo tempo dispendido e boa sorte nos OFFSET.




 
Topo