Zeus - "A Valve está a preparar coisas interessantes e muitas surpresas"

Numa entrevista realizada por Simonas do portal Vie Esports ao jogador dos Natus Vincere Danylo “Zeus” Teslenko no Major da FACEIT, o capitão dos Na`Vi abriu o livro relativamente aos problemas que a equipa sofre de momento, a sua preparação para o Major e o que reserva o futuro para o Counter-Strike: Global Offensive.

A atual equipa #2 do Ranking da HLTV tenta pela primeira vez vencer um Major de CS:GO neste mês de Setembro, tendo já por duas vezes atingido a final do torneio com maior prestígio do circuito internacional mas em ambas perdendo para o seu adversário. Tendo já feito esta conquista por uma vez com os Gambit Esports, Danylo “Zeus” Teslenko regressou a casa após a sua vitória no Verão de 2017 para tentar liderar este conjunto de jogadores à vitória, tarefa que não se avizinha fácil.


"A Valve finalmente percebeu que as coisas não podem permanecer como estão durante muito tempo"

Na entrevista concedida, Danylo “Zeus” Teslenko revelou que as equipas provenientes da região CIS trabalharam arduamente na New Challengers Stage mas que algumas delas não possuem qualidade suficiente para competir com equipas como os Astralis de momento, apesar de jogarem bem num nível geral. Relativamente à sua map pool e ao dust2 em específico, o capitão da equipa dos Na`Vi indica que não teve tempo de preparar todos os mapas e que necessita de mais tempo e treino para conseguir essa proeza, frisando que é preciso que o dust2 esteja incluído na rotação da equipa, no entanto a mesma não se encontrar confiante nesse mapa e chega mesmo a ficar em estado de choque.

O tema de encerramento desta entrevista revelou-se mesmo o mais interessante, com Danylo “Zeus” Teslenko a indicar que têm informações internas sobre o futuro do CS:GO - estas foram as suas palavras: "A coisa mais interessante sobre o futuro do CS:GO é que eu tenho informações sobre o que vêm no próximo ano, no entanto não posso falar sobre isso agora. Em breve, uma entrevista será lançada no meu canal de Youtube onde poderão descobrir mais sobre isso. Em poucas palavras - a Valve finalmente percebeu que as coisas não podem permanecer como estão durante muito tempo e estão a preparar algumas coisas interessantes e muitas surpresas para nós. O rumor que anda por aí é que uma empresa está a criar um jogo com um conceito semelhante ao Counter-Strike e que provavelmente irá tornar-se num rival para o CS:GO. Isso fez com que a Valve reconsidera-se o estado atual do jogo e começar a mexer-se.".

Podem ler a entrevista completa aqui.




 
Topo