FTW desqualificada da Eurogamer, 2º qualificador será repetido a partir da RO64

Num comunicado efectuado pela Inygon há cerca de uma hora, a entidade organizadora do torneio OMEN Eurogamer CS:GO Challenge pronunciou-se sobre o caso que tem gerado bastante conversa na comunidade portuguesa, o ban na FACEIT do jogador Manuel "Born" Valente.

Horas após o término do segundo qualificador que viria a apurar a For The Win Esports Club para a Final Four onde estão Sharks, OFFSET e Team HD, o impensável aconteceu e um ban foi emitido pela FACEIT por "cheats" para a conta do IGL da FTW. A tentar apurar a veracidade do ban e a não existência de falsos positivos, a FACEIT comunicou à Inygon que o ban aplicado foi mesmo proveniente do uso de cheats, algo que vai contra as regras e regulamento do torneio e que deixava assim a FTW sujeita a punição.


O ban de Born na FACEIT foi um duro golpe para a FTW que agora se vê desqualificada da vaga que conquistou e do segundo qualificador.

Com os acontecimentos descritos e após deliberação, a decisão da Inygon recaiu na desqualificação da FTW Esports e que sejam repetidos os jogos em que a mesma participou a começar desde a ronda de 64 equipas, altura em que a equipa venceu os LHSTA - todos os jogos serão agora refeitos com os LHSTA como vencedores dessa partida até chegarem ao jogo final com os ASP à melhor de 3 mapas e que irá decidir o quarto participante presente na Final Four jogada na Exponor do Porto no dia 14 de Outubro.

A equipa atual da FTW está portanto impedida de jogar o qualificador, com um Press Release acabado de emitir pela FTW em relação ao comunicado da Inygon, PR que pode ser lido na íntegra aqui.



 
Topo