ESL Pro League EU sofre expansão para 16 equipas

O circuito da ESL anunciou hoje que irá proceder a alterações no formato da sua Pro League no próximo ano civil. Estas alterações pretendem ir de encontro aos pedidos dos jogadores e às preferências dos espectadores, sendo ainda prometido que mais detalhes sobre o novo formato e atualizações na liga serão anunciados depois do final da oitava temporada, como se pode ler no artigo do site oficial.

Após um total de oito temporadas que forneceram mais de $6,000,000 USD em prize pool, uma das alterações já presentes na próxima temporada será a expansão do número de equipas na região da Europa para um total de 16 equipas. Com esta adição de dois novos lugares na liga, as equipas suecas NiP e Fnatic que acabaram no 12º e 13º lugar respetivamente, veem a sua presença na nona temporada da liga assegurada.


As lendárias organizações suecas irão assim manter-se presentes em todas as edições da liga.
 
Também os polacos da AGO Esports, que tinham sido despromovidos por serem os últimos classificados na oitava temporada, vão possuir uma nova chance de se manter na liga, jogando o torneio de relegação.
A Epsilon Esports, quarta classificada da Mountain Dew League, também iria ter uma nova oportunidade de se classificar para a ESL Pro League, mas quando contactada pela organizadora informou que não poderia estar presente no torneio que acontecerá a 5 e 6 de dezembro na Mountain Dew League Global Challenge, em Dallas. A equipa que irá ocupar o seu lugar será então a OpTiC Gaming.

Nos torneios de relegação, o vencedor dos jogos entre 3DMAX e Virtus.pro (no caso da Europa) e Swole Patrol e cantwinalan (no caso da América do Norte) estará apurado para a próxima edição da ESL Pro League, enquanto que o derrotado irá participar num torneio com dupla eliminação, jogado à melhor de 3. Nesse torneio, na qualificação para a região europeia as restantes 3 equipas serão então a AGO Esports, a OpTiC Gaming e a Team Kinguin, enquanto que a região norte-americana irá contar com Team Envy, Rogue e Singularity.



 
Topo