Comunicado da LPCS lançado, casos Twixy e stadodo abordados

O dia de hoje abriu com a LPCS e o seu conselho de arbitragem a ilibar Renato "stadodo" Gonçalves das acusações de matchfixing de que era alvo, acabando por castigar o jogador dos OFFSET com uma suspensão de um jogo devido a outros delitos encontrados durante a sua investigação.

Agora, a Liga Portuguesa de Counter-Strike acabou de lançar mais um comunicado onde esclarece os recentes acontecimentos em torno dos comunicados dos casos de Fábio "Twixy" Pedro e Renato "stadodo" Gonçalves, frisandro que ambos os casos apenas coincidem no tipo de acusação "matchfixing" e numa das provas apresentadas, prints onde os jogadores insinuavam essa possibilidade.

Entranto mais em detalhe no caso de Fábio "Twixy" Pedro, a LPCS refere que possui múltiplas provas para a decisão tomada, provenientes de uma acusação anónima contra o jogador - o ponto 3 deste comunicado toca na diferença de atitudes de ambos face à investigação, com a organização da Liga a alegar que o jogador dos Grow.uP nunca mostrou intenção de participar nas mesmas.


Num comunicado agora lançado, a LPCS clarifica os casos de Twixy e stadodo e explica o que conduziu às penalizações de cada jogador.

Por via da penalização de Renato "stadodo" Gonçalves, os OFFSET Esports ficaram impedidos de participar no seu jogo de hoje referente à 14ª Jornada diante dos ASP por não ter suplentes inscritos e sendo inviável a sua participação com apenas 4 elementos. Numa altura em que todos os pontos contam para as equipas atingirem os seus objetivos, os 3 pontos ganhos de forma automática por parte dos ASP não foram bem recebidos por todos - no entanto e neste comunicado agora lançado, a Inygon defende que nunca poderia não atribuir os pontos da vitória à equipa dos ASP, isentando a equipa de culpas sobre esta situação.

No mesmo, pode ler-se que a LPCS "quis com este comunicado elucidar a comunidade em geral do que esteve no cerne das diferentes decisões e desmistificar algo que foi replicado sucessivamente, que estes dois casos seriam iguais e que a Liga Portuguesa de Counter-Strike teria banido o jogador Fábio "Twixy" Pedro apenas tendo por base uma print semelhante à encontrada do jogador Renato "stadodo" Gonçalves".

Todo o comunicado na íntegra e por extenso pode ser lido através desta hiperligação.



 
Topo