axoN: "Vou trabalhando para me superar a cada dia que passa"

Com o seu regresso a acontecer há cerca de um ano, tivemos a oportunidade de encontrar e falar com uma das figuras incontornáveis do Counter-Strike nacional, o jogador Joaquim "axoN" Pinto durante a jornada inaugural da Master League Portugal. A alinhar pelos Grow.uP após uma grande qualificação obtida para participar na Liga, fomos ver o que motivou um dos melhores jogadores de CS 1.6 no passado a regressar aos servidores e tentar alcançar o nível de outros tempos, agora no CS:GO.



"Estou a sentir-me bem a jogar com os meus atuais colegas de equipa, damo-nos bem os cinco dentro do jogo".


Fraglíder: axoN, o teu nome tem muito peso na comunidade de Counter-Strike nacional. Com a tua atual equipa, chegaste à terceira temporada da Master League Portugal naquela que será a tua primeira prestação numa liga do jogo. Na jornada inaugural, já conseguiram arrancar um empate à equipa dos K1CK, um resultado bastante positivo. Quais são as expectativas criadas e os objetivos traçados para a vossa primeira temporada na MLP?

axoN: Estou a jogar com esta equipa há coisa de 20 dias, ainda não temos grandes coisas planeadas. O objetivo é tentar chegar à Final Four mas sabemos que não vai ser fácil, se o conseguirmos fazer será mesmo muito bom. Estou a sentir-me bem a jogar com os meus atuais colegas de equipa, damo-nos bem os cinco dentro do jogo apesar de não termos muito tempo para treinar, vamos tentando melhorar a cada dia que passa e só depois ver como é que vão correr as coisas.

Fraglíder: Regressaste durante o ano passado após muitos anos afastado da competição e do próprio jogo. Como foi feito este teu regresso? O que te motivou a voltar à competição e no espaço de 1 ano, já estares numa das equipas que disputa ativamente uma Liga?

axoN: Na altura, eu deixei de jogar simplesmente porque não gostava do jogo, aquilo parecia muito Source no início, um jogo totalmente diferente. Com os updates que o CS:GO foi levando, ele acabou por ficar muito melhor. Deixei de jogar há quatro, foram cinco anos em que estive afastado até que há coisa de um ano e meio, dois anos alguém me perguntou se queria ir a um bootcamp para uma LAN.

Já não jogava há tanto tempo mas decidi ir lá, na brincadeira e participei nesse bootcamp.Por acaso até joguei bem, gostei do jogo porque tinha levado os updates e estava muito melhor - foi aí que eu decidi que iria voltar e tentar regressar ao nível onde me encontrava anteriormente. Quem sabe, vamos ver. Eu vou trabalhando para me superar a cada dia que passa.



"Eu vou trabalhando para me superar a cada dia que passa."


Fraglíder: Para voltares a uma forma de antigamente, a adaptação ao jogo certamente não terá sido fácil. Muitos conceitos novos foram introduzidos com os quais tiveste de lidar, entre os quais one way smokes, molotovs, elementos que não existiam previamente no CS 1.6. Em que baseaste a tua preparação? Tentaste jogar com caras antigas que conhecias e estavam já familiarizadas com o jogo ou foi mais à base do estudo e ver equipas profissionais a jogar?

axoN: Foi um pouco de tudo, quando voltei a jogar alguns jogadores que faziam parte da scene nacional convidaram-me para ir jogar com eles umas mixes, testar o jogo com eles e foram-me ensinando logo tudo o que precisava de saber para começar. Smokes, pop flashes, bons ângulos para dar hold e depois foi uma questão de trabalho, ver muitas demos, muitos profissionais a jogar e ia aplicando esses novos conhecimentos, sempre a testar coisas novas no meu jogo e na verdade, ainda é o que faço hoje em dia. Estou sempre a testar, vou ver uma demo, vou ver se aquilo funciona, se não funciona e tento enquadrar esses elementos no meu jogo.

Fraglíder: No qualificador fechado da Master League Portugal, a tua equipa não teve uma tarefa fácil. Partiram para o mesmo como underdogs e encontraram diversas equipas favoritas às vagas, qual foi a vossa preparação para o jogo dos ASP? Qual a sensação quando chegaram ao fim do jogo com a vaga?

axoN: Foi uma sensação muito boa! Quanto à preparação, não houve pois como disse, a equipa não tem muito tempo para treinar, agora no futuro vamos ter um pouco mais. Ires para um qualificador destes sem treino e ganhar a grandes equipas, foi algo muito bom. Estou contente com os rapazes que estão nos Grow.uP, são a minha equipa e espero que isto seja assim no futuro.



"Estou sempre a testar, vou ver uma demo, vou ver se aquilo funciona, se não funciona e tento enquadrar esses elementos no meu jogo."


Fraglíder: A nível pessoal, estás satisfeito com a qualidade atual do teu jogo ou acreditas que ainda é possível subir mais uns degraus e continuar a escalar para uma lista muito seletiva de jogadores a nível nacional?

axoN: Acredito que ainda posso ser melhor visto que só jogo há um ano, com mais horas e com mais treino consigo ser um jogador melhor. Vamos ver no futuro como é que isso se desenrola.

Fraglíder: Últimas palavras que queiras deixar?

axoN: Quero-te agradecer kazac pela entrevista, aos uP por tudo aquilo que tem feito por nós e aos meus colegas de equipa. A todos aqueles que me apoiam, obrigado a todos.

Fraglíder: Boa sorte axoN neste teu regresso aos grandes palcos pelos uP.




 
Topo