Contrato de TOAO com os Virtus.pro chega ao fim

O dia de hoje marca o fim do contrato que unia ainda Mateusz "TOAO" Zawistowski e a Virtus.pro. O jogador de 22 anos tinha ingressado nos quadros da organização russa à entrada para a última semana do ano transato, sendo um dos elementos escolhidos para o projeto que visava reerguer aquela que é uma das equipas mais icónicas da história do Counter-Strike: Global Offensive.

Após mais de um ano na equipa da AGO, o jovem polaco prometia introduzir ideias novas no estilo de jogo da entidade laranja e preta, mas a falta de resultados positivos levou a que o mesmo fosse afastado do plantel ativo três meses depois, sendo substituído por Arkadiusz "Vegi" Nawojski. Das três adições feitas na véspera de Natal de 2018, apenas Janusz "Snax" Pogorzelski se mantém, com Paweł "byali" Bieliński a dar o lugar a Michał "OKOLICIOUZ" Głowaty no início de maio.



De notar que é preciso recuar quase 2 anos, até 18 de junho de 2017, para rever a última vez que a organização levantou um troféu na modalidade de CS:GO. Modalidade essa que viu esta mesma instituição ser a segunda campeã mundial na história desta versão do jogo, ao vencer o primeiro major organizado pela ESL, em Katowice. Também em 2017, conseguiu ainda alcançar novamente uma grande final, desta feita em Atlanta, mas acabou por cair perante os dinamarqueses da Astralis, perdendo a série por 2 mapas a 1, ambos pela margem mínima.

Depois de passar mais de três anos em apenas duas organizações, o entry fragger, que pode também desempenhar as funções de in-game leader, recorreu então às redes sociais para informar que se encontra a partir de hoje como agente livre, estando aberto a eventuais propostas que possam surgir.



 
Topo