Immortals adquirem Infinite Esports, OpTic.csgo com os dias contados

Naquela que está a ser apelidada pelos Immortals como a maior transação operacional na história dos Esports, a Infinite Esports & Entertainment foi adquirida pelo Immortals Gaming Club que se cimenta a empresa como uma das maiores organizações de Esports ao deter as marcas de Immortals, MIBR, OpTic e LA Valiant.

Avaliada em mais de $100M, a Infinite era a empresa mãe dos OpTic e dos Houston Outlaws, uma das franchises que faz parte da Overwatch League e que será gerida de forma interina por staff independente até ser vendida a terceiros, não sendo possível fazer a gestão da mesma por parte dos IGC uma vez que já detém os LA Valiant, outra franchise da Liga.


A equipa de refrezh terá de procurar novos rumos, não fazendo parte dos planos dos Immortals.

Com o mesmo pensamento em mente, os Immortals Gaming Club já operam dentro do CS:GO com os MIBR - as novas regras para evitar colisões e conflito de interesses não permitem que duas equipas detidas pelo mesmo grupo disputem os mais importantes torneios a nível internacional, procurando portanto alienar o lineup dinamarquês que vinha até agora a representar os OpTic e cujo futuro fica agora incerto, necessitando de procurar uma nova casa se pretenderem continuar a competir juntos.

A marca dos OpTic continuará viva dentro do Call of Duty, sendo uma das referências histórias associadas ao jogo das quais os Immortals continuarão a fazer uso - o maior interesse nesta aquisição é a vaga na LCS Norte Americana, marcando o regresso dos Immortals à competição em 2020. A equipa dinamarquesa de CS:GO dos OpTic continha o seguinte lineup:

 Ismail "refrezh" Ali
 Kristian "k0nfig" Wienecke
 Marco "Snappi" Pfeiffer
 Mathias "MSL" Lauridsen
 Nikolaj "niko" Kristensen
 Rene "TeSeS" Madsen (Stand-in)

 Casper "ruggah" Due (Treinador)



 
Topo