coldzera abre o livro sobre a saída da MIBR

Com várias atualizações feitas ao longo do dia de hoje sobre o futuro da MIBR sem Marcelo "coldzera" David, agora foi vez do próprio abrir o livro e falar sobre a sua saída, os motivos da mesma e o seu futuro próximo através de um Twittlonger lançado.

Recordando o seu passado e o começo difícil para chegar ao topo do mundo, o jogador brasileiro adianta que este não é um "final triste" e que a equipa tentou várias abordagens para inverter o seu mau momento de forma, desde trocar jogadores a funções dentro da equipa mas que nada surtiu resultado. Desanimado e com problemas de stress sobre a maneira como a equipa tem lidado com as derrotas, o jogador pretende mudar de ares e ir em busca da glória pessoal, afirmando que nunca jogou nem irá jogar por dinheiro.


"Todo livro tem seu começo, meio e fim (...) Nada é para sempre (...) A vida é feita de escolhas, e eu escolhi sair."

Numa reunião feita em equipa, Marcelo "coldzera" David afirmou que queria sair e que a escolha foi totalmente sua, revelando-se descontente com a forma de jogo na equipa nos últimos 7 meses e a maneira como tem sido utilizado, sentido que a equipa já não sabe fazer uso nem escutar o jogador brasileiro que diz necessitar de um novo desafio noutro lugar para encontrar a vontade competitiva que sempre teve. A decisão pairava na cabeça da estrela brasileira há mais de 1 ano, tendo permanecido por acreditar que as coisas poderiam mudar dentro da MIBR - os problemas, as derrotas e desentendimentos que surgiram deixaram o estado do jogador num ponto de não retorno.

O jogador revelou que irá agora fazer férias nos próximos 12 dias antes de rumar à Europa onde irá treinar o seu jogo individual e analisar quaisquer propostas que apareçam para o brasileiro. O próprio adianta ainda que não vê a sua transferência a ocorrer num futuro próximo devido á sua cláusula de rescisão elevada, querendo no entanto preparar-se para entrar na máxima força no seu futuro projeto e em quem apostar nele.

O comunicado inteiro pode ser lído em baixo:

 




 
Topo