Grow.uP desqualificados da Liga Portuguesa de Counter-Strike

A equipa de Counter-Strike: Global Offensive dos Grow.uP está oficialmente de fora da Liga Portuguesa de Counter-Strike, tendo sido desqualificada devido ao número de defaults que deram em diversas partidas da 1ª Divisão.

Situação prevista nos regulamentos, as equipas que participem na LPCS não podem dar mais do que dois defaults com o terceiro a ser punido com a sua remoção da liga - os Grow.uP já não tinham comparecido às partidas frente a OFFSET e Baecon Gaming Group, tendo apenas disputado a 1ª Jornada onde perderam por 16:00 para o conjunto dos eXploit.


A equipa de derps chegou ao fim da linha na LPCS, tendo perdido o seu terceiro jogo por default que resulta na sua desqualificação.

Com a saída de Tomás "Dante" Pereira e sem inscrever suplentes, a equipa dos uP foi acumulando defaults e acabou de perder novamente uma partida por falta de comparência diante da For The Win Esports Club, situação que deixa agora a equipa de Rúben "derps" Barbosa com menos uma competição para disputar.

Todos os jogos futuros a involver os Grow.uP serão considerados como vitória por default para o seu adversário na liga, deixando a mesma reduzida apenas a sete elencos que lutam pela presença na Final Four e a vitória final nesta segunda edição da LPCS.

A equipa dos Grow.uP foi recentemente um dos convites anunciados para o qualificador fechado da Legion MagicShot CSGO Challenge, competição que inicia amanhã durante a noite e onde a mesma continua sem apresentar um lineup com substituto para Tomás "Dante" Pereira que recentemente se afastou por tempo indeterminado do cenário competitivo nacional.



 
Topo