fnatic falham Major de CS:GO pela primeira vez

14 participações consecutivas desde o 1º torneio de sempre de CS:GO patrocinado pela Valve em 2013 não se converteram em 15, com os fnatic a cair com estrondo no Minor Europeu e a ser eliminados diante dos CR4ZY num jogo que terminou com vários recordes.

A organização Britânica venceu por 3 vezes a mais prestigiante competição do FPS da Valve e é quem mais títulos do Major tem a par dos Astralis, tendo iniciado esse percurso de conquistas logo na DreamHack Winter 2013, 1º Major realizado de CS:GO onde bateram os NiP na final. Desde então, a sua presença na competição foi sempre uma constante tendo assegurado o estatuto de Lendas em practicamente todos eles excepto o IEM Katowice Major de 2019 que se realizou no início deste ano, tendo terminado na New Challengers Stage o que deixou de lhes garantir a presença no seguinte.


O último Major conquistado pelos fnatic foi a ESL One Cologne em 2015, a sua terceira vitória até agora.

Começando o seu percurso no qualificador fechado europeu, os FNATIC foram uma das 8 equipas que seguiram em frente para o Minor Europeu que vai decorrendo e até se apresentavam como um dos favoritos às três potenciais vagas. Os primeiros dois dias na competição foram de sonho ao assegurar imediatamente os Playoffs com vitórias sobre Ancient e North sem perder qualquer mapa, mas os Playoffs viriam a mudar isso e iniciar o pesadelo para a equipa de Jesper "JW" Wecksell.

Derrota por 2-0 contra os mousesports atirou os fnatic para a Lower Bracket onde iriam defrontar os CR4ZY por um lugar assegurado no Play-In e a possibilidade ainda de vencer mais 1 BO3 para terminar no 2º lugar e entrar já diretamente no Major da StarLadder Berlim. Um duplo 16-13 e muita frustração acumulada no lado dos fnatic vêem a equipa sueca falhar o Major pela primeira vez na história, com Jesper "JW" Wecksell a ser um dos mais inconformados - o jogador sueco de 24 anos deixou de fazer parte de uma lista restrita de jogadores que participaram em todos os Majors de CS:GO.


A desilusão de JW era visível no Messe Berlin. (Foto por HLTV.org)

Nessa lista agora já só cabem 6 nomes - são eles Olof "olofmeister" Kajbjer, Nicolai "dev1ce" Reedtz, Peter "dupreeh" Rasmussen, Andreas "Xyp9x" Højsleth, Danylo "Zeus" Teslenko e Richard "shox" Papillon. A nível de equipas, agora só os Natus Vincere se podem "gabar" de ter participado em todos os Majors de CS:GO realizados até agora, tendo a presença confirmada no próximo Major por via dos resultados obtidos na IEM Katowice 2019.

Este resultado poderá também confirmar mudanças a caminho do quinteto que representa atualmente os fnatic - numa entrevista concedida ao portal HLTV.org na ESL One Cologne no início deste mês, o IGL da equipa Richard "Xizt" Landström referiu que os fnatic não tinham planeado ainda mudanças a nível de jogadores, mas que os mesmos necessitavam de começar a apresentar resultados. Com os Playoffs falhados em Colónia e com a eliminação do Minor Europeu, poderá ter chegado o fim da linha para o atual projeto.

Nas redes sociais, a frustração dos jogadores era visível após este resultado contra os CR4ZY:







 
Topo