Vega Squadron colocam uma pausa no CS:GO, jogadores separam-se

Chegou ao fim o ciclo da Vega Squadron no Counter-Strike: Global Offensive. A organização conhecida por apostar na região da Comunidade dos Estados Independentes, mais propriamente nos talentos russos e ucranianos, tinha procedido a três alterações no seu lineup em abril, não se mostrando suficientes para revitalizar o mesmo.

Depois de no último Major, realizado em Katovice, a equipa de Dmytro "jR" Chervak ter terminado quase no fundo da tabela, a equipa optou mesmo por injetar uma nova dose de confiança, adicionando o trio composto por Alexander "scoobyxie" Marynych (antigo jogador da portuguesa K1ck), Denis "seized" Kostin e Dmitriy "Dima" Bandurka. No entanto, as novas aquisições não conseguiram clicar dentro do servidor e o mau momento de forma da mesma manteve-se.


Pela terceira vez em 2019, o rifler russo já por duas vezes vice-campeão do mundo está à procura de uma nova casa.

De recordar o nono lugar alcançado no Major organizado pela ELEAGUE, em Boston, no ano transato. Depois de um registo intimidador de três vitórias em quatro jogos na fase dos New Challengers, vencendo equipas como FaZe e Liquid, a Vega Squadron acabou por cair na próxima etapa. Conseguiu apenas duas das três vitórias necessárias nos cinco jogos efetuados, com o último a ser frente à Cloud9, eventual campeã da competição.

Em relação ao futuro do quinteto, o mesmo não parece ter intenções de se manter unido, com os jogadores e o manager da equipa a colocarem publicaçóes nas redes sociais informando da sua disposição para novas ofertas. É expectável que os mesmos esperem pelo término do Major que se avizinha, tentando agarrar a melhor oportunidade possível.





 
Topo