Inygon emite comunicado, K1CK suspensos da LPCS até 2021

O dia de ontem ficou marcado pelo abandono da K1ck relativamente à LPCS. Depois da saída, de livre vontade, por parte da organização, a Inygon, responsável pela competição, já se pronunciou sobre o caso e tomou medidas.

À semelhança do que ocorreu após a desclassificação da Grow uP, tanto os jogos já disputados como os agendados terão como resultado a derrota dos linces-ibéricos, retirando todos os pontos conquistados pela equipa até ao momento. Em relação à prize pool, a equipa não terá direito a eventuais "prémios referentes à participação da equipa nesta temporada de verão da LPCS", como referido no comunicado oficial.


Com a K1ck oficialmente fora da competição, a liga fica assim reduzida a apenas seis equipas.

Uma das principais diferenças entre esta situação e a anterior, é o período de tempo em que as organizações estarão interditas de participar na Liga Portuguesa de Counter-Strike. Se no caso da antiga casa de Fábio "TwixY" Pedro o banimento é de apenas seis meses, incluindo o Open Split, este novo episódio culmina com uma punição que irá afastar a K1ck da mesma até 1 de janeiro de 2021.

Ainda numa nota final no blog do seu website, a entidade organizadora revela ter efetuado um "convite direto (...) com a confiança de que uma organização como os K1CK honraria o compromisso de participação na liga até ao fim". No entanto, a Inygon não reconheceu por parte da K1ck "o profissionalismo e a sobriedade que tal compromisso exige", acabando por desejar grande sucesso "aos projectos futuros" daquela que é uma das mais antigas organizações portuguesas em atividade.

O comunicado oficial lançado pela Inygon pode ser lido na íntegra clicando aqui.



 
Topo