Vivo Keyd estreia-se com derrota no Brasileirão

A equipa Brasileira onde atua o jogador português João "KillDreaM" Ferreira não conseguiu conquistar qualquer ponto no jogo inaugural do Brasileirão, campeonato de seis equipas inserido no recém criado Clutch Circuit para o cenário sul americano.

Neste torneio que decorre de 9 de Setembro a 20 de Novembro, $15,000 estão em jogo para além de 2 vagas nas finais da ESL LA League bem como 4 vagas diretas na Gamers Club Masters IV para os quatro primeiros classificados e duas vagas no qualificador fechado do evento para os últimos dois classificados deste Brasileirão.


Apesar dos seus esforços, KillDreaM e os Vivo Keyd não somaram pontos no jogo inaugural do Brasileirão.

Com 6 equipas (5 brasileiras e 1 argentina), partidas BO2 disputadas em LAN na Arena BBL de São Paulo acontecem todas as semanas com o Brasileirão a possuir um formato round robin com todas as equipas a defrontarem-se duas vezes. Com a participação de DETONA, Isurus, RED Canids e W7M, foram os Vivo Keyd e os paiN a abrirem a competição na Arena BBL.

Ainda sem o tempo de treino desejado com o novo lineup, a Vivo Keyd enfrentou a equipa de Paulo "land1n" Felipe em Inferno e Dust2 mas não conseguiu reclamar nenhum dos mapas a seu favor, perdendo por 16.10 e 16:12. A nível estatístico, João "KillDreaM" Ferreira foi o único elemento com balanço neutro entre frags e mortes após terminar a série com 41-41 ao longo dos dois mapas - dos restantes elementos da Vivo Keyd, apenas Denis "dzt" Fischer terminou com rating positivo na HLTV apesar do balanço negativo de frags.

O próximo compromisso oficial da Vivo Keyd no Brasileirão acontece no dia 17 de Setembro, dia em que enfrentam em BO2 a nova RED Canids de Lincoln "fnx" Lau e Renato "NAK" Nakano.




 
Topo