HAVU vence BLAST Rising

A primeira edição do BLAST Rising com 30,000€ em prémios chegou ao fim nesta tarde de sexta feira com a vitória dos HAVU, derrotando na grande final os Endpoint por dois mapas contra um.

Contando com 16 equipas europeias entre as quais estavam sAw, Vodafone Giants e Movistar Riders na representação da Península Ibérica, a competição internacional arrancou no dia 4 de Maio com a fase de grupos onde se apuraram oito equipas para os Playoffs, nenhuma delas portuguesa ou espanhola.

Para chegar ao jogo decisivo, os Endpoint deixaram pelo caminho com resultados de 2-0 as equipas de AVEZ e Nordavind enquanto que do outro lado os HAVU repetiram a proeza com vitórias por 2-0 sobre Japaleno e ALTERNATE aTTaX, estes últimos que surpreenderam nos quartos de final o conjunto dos Heretics por 2-1, eliminando assim uma das equipas favoritas à vitória final.


Os HAVU de ZOREE conquistaram o torneio internacional BLAST Rising. (Foto por HLTV.org)

Vertigo, Train e Dust2 foram os mapas escolhidos numa série que se revelou bastante equilibrada, começando com a vitória por 19-17 dos Endpoint na sua escolha de mapa. Com o Vertigo assegurado, os Endpoint alcançaram um 13:05 no Train e pareciam encaminhados para vencer o BLAST Rising, no entanto os HAVU operaram uma reviravolta sólida e forçaram o 3º mapa com um 16:14.

No Dust2 decisivo, os HAVU entraram com a máxima força e mostraram logo vontade de fechar a série, colocando 14 rondas a atacar. Os Endpoint conseguiram colocar a ronda de pistolas para se manter no jogo mas a vitória não fugiu aos finlandeses que venceram o dust2 por 16:03, levando assim para casa $17,300.

Podes aceder na nossa cobertura a todos os resultados, VODs, Demos e às classificações finais do BLAST Rising.




 
Topo