Estado da Califórnia processa Activision Blizzard

Uma investigação do Departamento de Emprego e Habitação Justos da Califórnia levou a que a Activision Blizzard fosse processada por alegados maus tratos a funcionárias.

Na Activision Blizzard, 20% dos funcionários são do sexo feminino. A empresa sediada na Califórnia foi investigada durante os últimos dois anos por vários relatos de assédio sexual, desigualdade salarial e retaliação.


Para além destas queixas, as trabalhadoras do sexo feminino queixa-se de serem afastadas de promoções no trabalho devido à possibilidade de engravidarem, forçadas a fazer o seu trabalho e de colegas ressacados enquanto os mesmos jogam vídeojogos e críticas por sair mais cedo para atender aos seus filhos 

Entre um dos casos que levou a esta investigação, envolve um supervisor que terá tido relaxões sexuais com uma funcionária, tendo a mesma se suicidado depois. 

A queixa feita num tribunal de Los Angels pode ser consultada aqui





 
Topo