Reformulação na ESL Pro League, que passa a contar com mais equipas

A ESL Pro League sofreu alterações que vão entrar já na temporada 15. A prova vai passar a contar com mais equipas e a sua duração foi alargada em 1 semana - com a adição da fase "Conference".

A empresa que organiza a competição diz "A nossa visão é simplificar o caminho das equipas para avançar no ESL Pro Tour." Assim sendo, a ESL Pro League vai passar a contar com mais 10 equipas e uma nova fase - EPL Conference - e a prova vai receber um reforço de 100 mil dólares.
Esta nova fase abre o caminho às equipas dos National Championships, como a ESL Masters España, ESEA Premier e ainda os vencedores das etapas Open da DreamHack. A temporada 15 da ESL Pro League vai fazer de transição para aquela que será a nova temporada da ESL Pro Tour - que foi anunciada ontem.

Assim sendo, tanto a ESEA Premier 38 e o National Championship Playoffs já vão levar equipas para a primeira ESL Pro League Conference. Esta será realizada entre os dias 23 e 28 de novembro e serão disputadas remotamente, apurando 3 equipas para a fase de grupos.

A quantidade de vagas ainda não foi decidida, mas as equipas portuguesas ganham uma nova forma de atingir uma competição do EPT. 

A primeira ESL Pro League Conference vai contar com as seguintes vagas.

DreamHack OpenESL National ChampionshipESEA Premier 38
DHO 45 Winner: Team Renewal5 a 8 vagas2º Classificado NA 
DHO 45 Winner: Extra Salt 2º Classificado EU
DHO 46: ANZ Winner  
DHO 46: SA Winner  
DHO 46: NA Winner  
DHO 47: EU Winner  

Feita a transição, as temporadas seguintes não vão conta com esta distribuição de vagas. No entanto, a ESL resume o processo de qualificação: "Vence uma prova do EPT Challengers e estás qualificado para a ESL Pro League."

No novo circuito do ESL Pro Tour, as competições sofreram alterações no nome. As etapas da DreamHack são ESL Challengers e a ESEA Premier vai passar a chamar-se ESL Challenger League.






 
Topo