Participação portuguesa no BLAST Spike Nations 2 rende mais de 5 mil euros para caridade

A participação portuguesa, no BLAST Spike Nations 2, rendeu 5915 euros que vão ser entregues a uma instituição de caridade.

O quinteto luso entrou na competição para revalidar o título de campeão, mas acima de tudo ajudar quem mais precisa. Rui "TugaTV" Ribeiro, Marta "D7" Barreira, Guilherme "MeetTheMyth" Bento, Carlos "k0mpa" Nunes e João "KillDreaM" Ferreira ficaram com a missão de representar Portugal e angariar dinheiro para a Mother2Mother.

Todas as nações iniciaram a competição com 5000 euros, mas consoante os seus resultados podiam aumentar, ou até diminuir, o dinheiro total. A derrota contra a França na primeira ronda da fase de grupos acabou por retirar 1500 euros aos portugueses, que acabariam por recuperar até aos quartos de final - onde foram eliminados pela Team DACH.

Durante toda a competição, os espectadores poderiam ainda doar dinheiro e aumentar o total de cada equipa - que no fim totalizou a quantia de mais de 5900 euros. A Team Eastern Europe, vencedora da prova, conseguiu mais de 14 mil euros.

Acrescentando os 31 mil euros da primeira edição do BLAST Spike Nations, o talento português de VALORANT já arrecadou 36 915 euros.



 
Topo