Por decisão técnica, VINI passa para o banco da FURIA

Nicholas "guerri" Nogueira comunicou o afastamento de Vinicius "VINI" Figueiredo da equipa principal de Counter-Strike: Global Offensive da FURIA.

O treinador das panteras explicou que a decisão é puramente técnica. "Nós precisamos de um AWP. Nós não temos um AWP puro para poder ter voos maiores." Andrei "arT" Piovezan tem sido um dos jogadores que assume a AWP na equipa, mas Guerri não vê arT como um jogador que ofereça suporte.

VINI foi recentemente ligado à Team Liquid, um projeto que também está em reformulação. No twitter, o jogador brasileiro já reagiu e diz que está a avaliar propostas para a próxima temporada. VINI assegura que quando a a sua carreira, como atleta, terminar quer continuar ligado ao mundo dos Esports, e de preferência com a FURIA.

Vinicius Figueiredo está ligado ao emblema das panteras desde 2017. Promovido em 2018 para a equipa principal, o brasileiro de apenas 22 anos foi uma das peças fulcrais no sucesso da FURIA e conta com três participações em campeonatos do Mundo.


Este é o alinhamento dos brasileiros:

 Kaike "⁠KSCERATO⁠" Cerato
 Andrei "⁠arT⁠" Piovezan
 Yuri "⁠yuurih⁠" Santos
 André "drop" Abreu

 Nicholas "guerri" Nogueira (treinador)

 Vinicius "⁠VINI⁠" Figueiredo (Banco)





 
Topo