A decorrer em Lund, na Suécia, a Pinnacle Cup Championship já conhece a primeira grande finalista: Astralis.

Os dinamarqueses carimbaram passagem à derradeira série depois de baterem a BIG, por 2-0, na final da upper bracket do torneio de 250 mil dólares. Antes disso, a Heroic derrotou a Finest, por 2-1, para ter mais uma oportunidade de chegar à grande final.

Assim, no sábado, o dia começa com a BIG e a Heroic a procurarem um lugar na finalíssima enquanto Astralis está já à espera de adversário com a certeza de que leva, pelo menos, 50 mil dólares para casa.

Astralis foi avassaladora apesar dos inícios lentos

Dado que chegaram aos playoffs depois de garantirem o primeiro lugar nos seus respetivos grupos, BIG e Astralis tiveram oportunidade de carimbar passagem direta à grande final na segunda série deste sábado. Tudo começou em Ancient, escolha dos dinamarqueses, que tiveram de perder seis consecutivas antes de mostrarem uma nova faceta para virar o resultado a seu favor até ao intervalo (8-7).

Na segunda parte, no entanto, um autêntico volte-face no mapa: com Lukas “gla1ve” Rossander a liderar também em eliminações e rating (23 e 1.66), a Astralis não perdeu uma única ronda e selou o mapa por 16-7.

Mesmo a jogar desfalcada, a BIG voltou a ter um início muito forte, 7-0, desta vez a atacar Dust2. A questão é que, mais uma vez, os alemães não conseguiram travar a Astralis, que parecia estar na sua versão mais confiante dos últimos tempos.

Primeiro, os dinamarqueses começaram por reduzir a desvantagem para cinco rondas ao intervalo (5-10). Depois, um autêntico massacre que a BIG ainda tentou travar no final da segunda parte. Mas já era tarde: 16-13 foi o resultado final.

Heroic sobreviveu ao susto contra Finest

Heroic e Finest encontraram-se na primeira ronda de lower bracket pelas 15:00. O pontapé-de-saída foi dado na escolha dos dinamarqueses, Overpass, e os homens de Casper “cadiaN” Møller não tiveram problemas em fechar o mapa, por 16-8, depois de um 9-6 na primeira parte – os escandinavos chegaram a liderar por 9-3.

Contra todas as expectativas, no entanto, a Finest mostrou uma excelente forma na sua pick, Vertigo. Com Kristjan “shokz” Jakobson a pavimentar o caminho com 27 eliminações e um rating de 1.79, a sua equipa foi peremptória na vitória por 16-7.

Apesar disso, a Finest perdeu o fôlego e pouco se mexeu no decider Inferno. Com uma defesa brutal na primeira parte (13-2), a Heroic só precisava de mais três rondas e não teve muitos problemas em vencê-las para fechar o mapa por 16-4.

Podes recordar o dia anterior aqui e todos os resultados aqui.