A Cloud 9 venceu, esta quarta-feira, a Evil Geniuses por 2-0 e lidera o grupo D na ESL Pro League S16. FURIA e Liquid também triunfaram e partilham a liderança com a formação russa.

O encontro inaugural do grupo D da ESL Pro League S16 teve Cloud 9 e Evil Geniuses como protagonistas. A série teve início na escolha da EG — Inferno.

Do lado da defesa, a equipa americana apresentou algumas dificuldades em travar a ofensiva da Cloud 9 que à oitava ronda liderava por 7-1. Ainda assim, o conjunto Tsvetelin “CeRq” Dimitrov iria conseguir dar a volta ao mau começo e no final da primeira metade o resultado era de 9-6. Trocados os lados, os Geniuses viriam mesmo inverter o resultado para 12-11. Contudo, nas últimas rondas a Cloud 9 não facilitou e garantiu as cinco rondas restantes para triunfar por 16-12.

Seguiu-se Dust 2 onde não houve muita história para contar. Abai “HObbit” Hasenov e companhia começaram novamente no ataque, desta vez na sua map pick, e apesar de terem perdido a primeira ronda, a verdade é que depois disso estiveram exímios para registar um half de 13-2. Com uma missão praticamente impossível, a Evil Geniuses conquistou uma vez mais a ronda de pistola e também as duas seguintes. No entanto, na primeira ronda de armado a Cloud 9 prontamente voltou ao resultado e fechou o mapa em 16-5.

Eternal Fire tentou mas FURIA foi melhor

No segundo duelo do dia, foi a vez de FURIA e Eternal Fire entrarem no servidor. Apesar de a equipa turca ter começado bem na sua map pick, com a vitória no ataque por 8-7 na primeira metade, a verdade é que a sua defesa colapsou e a vitória sorriu à formação brasileira por 16-11.

Ainda assim, a Eternal Fire foi capaz de dar a resposta na escolha adversária. Em Vertigo, o conjunto de İsmailсan “XANTARES” Dörtkardeş conseguiu, após prolongamento, garantir o triunfo por 19-17 e levar a série a terceiro mapa.

Mesmo depois de ter perdido a oportunidade de fechar o BO3 na sua escolha, a Furia não facilitou em Inferno. No mapa da decisão, os brasileiros mostraram poderio e conquistaram a vitória por um esclarecedor 16-5.

Liquid também entrou a ganhar

O último encontro do dia colocou Movistar Riders e Liquid frente a frente. Tudo começou em Mirage, que foi a escolha da equipa norte-americana. Depois de ter começado no lado CT onde venceu por 10-5, a equipa espanhola conseguiu até dilatar a vantagem para 13-5 e encontrava-se em boa posição para sair na frente da série. Porém, a Liquid mostrou na defesa o porquê de Mirage ser a sua escolha e assinou 11 rondas seguidas para fechar o mapa num 16-13.

Para o segundo mapa, Inferno foi o palco escolhido pela Movistar Riders. Desta vez seria a Liquid a estar na frente para poder fechar o encontro (14-12), mas o conjunto de Alejandro “ALEX” Masanet Candela conseguiu virar o resultado (16-14) para forçar o terceiro mapa.

O equilíbrio nos dois primeiros mapas voltaria a verificar-se em Vertigo e ainda que a Movistar Riders estivesse perto de virar outra vez o resultado, a vitória seria da equipa norte-americana que venceu por 16-13.

A classificação do grupo C da ESL Pro League S16:

Classificação Equipa Registo Diferença de Rondas Pontos
1.º Cloud 9 1-0 15 3
2.º FURIA 1-0 14 3
3.º Liquid 1-0 4 3
4.º Movistar Riders 0-1 -4 0
5.º Eternal Fire 0-1 -14 0
6.º Evil Geniuses 0-1 -15 0

 

Esta quinta-feira há nova jornada do grupo D na ESL Pro League S16. O primeiro embate do dia será entre Cloud 9 e Eternal Fire. Depois desse encontro é a vez de Movistar Riders e FURIA entrarem no servidor, antes do derby norte-americano entre Evil Geniuses e Liquid.