Fotografia: Helena Kristiansson/ESL

FaZe conseguiu entrar com o pé direito no grupo A do IEM Road to Rio, mas não sem antes ter que suar e muito. Os líderes do ranking mundial foram obrigados a disputar quatro prolongamentos para levar de vencida a GamerLegion.

Em Mirage, a equipa de Finn “karrigan” Andersen teve um arranque praticamente perfeito no lado defensivo e abriu uma vantagem de 7-1. Nada até então fazia prever o que veio a acontecer, já que a FaZe ia dominando o encontro. Até ao intervalo, a GamerLegion começou a recuperação e a primeira metade fechou com um 10-5 no marcador.

A reviravolta começou depois a acontecer na segunda metade e a equipa menos cotada chegou mesmo a dispor de um match point a 15-14, mas a FaZe conseguiu forçar o prolongamento. No desempate, a GamerLegion teve mais seis oportunidades para vencer o jogo ao longo dos quatro prolongamentos, mas foi a FaZe a sobreviver e a vencer por 28-26.

Spirit vence clássico russo

Spirit também venceu o primeiro embate em Malta. Num duelo 100% russo, foi a equipa que ocupa o 15.º lugar no ranking mundial a sair por cima em relação à 1WIN.

As duas equipas mediram forças em Nuke, com a Spirit a começar do lado defensivo e a tirar grande proveito disso mesmo. Uma fantástica primeira parte dos homens de Leonid “chopper” Vishnyakov traduziu-se numa vantagem de 12-3, muito por culpa das 18 kills de Pavel “s1ren” Ogloblin e das 14 de Igor “w0nderful” Zhdanovchopper.

Na segunda metade, a 1WIN tentou montar uma recuperação no marcador, mas a diferença verificada na primeira metade revelou-se demasiado grande para ser recuperada. Apesar da boa tentativa da equipa de Egor “flamie” Vasilyev, foi a Spirit a vencer por 16-9 e a avançar para a pool do 1-0.

FNATIC atropela concorrência

FNATIC foi outro dos conjuntos a conseguir a tão desejada vitória inaugural no grupo A do IEM Road to Rio. A equipa europeia não teve quaisquer dificuldades em superar os estreantes da Aurora.

As duas equipas encontraram-se em Overpass, com os homens de William “mezii” Merriman a começar no lado mais favorável, o defensivo. Com toda a equipa a contribuir de igual forma para o sucesso final, a FNATIC dominou por completo as operações e chegou ao intervalo a vencer por uns claros 14-1.

Perante tamanho domínio, o término do encontro seria apenas uma questão de tempo e foi isso mesmo que se veio a verificar. Com apenas cinco rondas jogadas na segunda metade, o lineup internacional chegou ao 16-4 e ao primeiro triunfo na competição.

NIP vence na estreia de Aleksib

Está aí a nova cara da NIP e é uma cara que promete. Os ninjas estrearam o novo IGL, Aleksi “Aleksib” Virolainen, e venceram a Astralis para entrar da melhor forma na competição.

As duas equipas mediram forças em Nuke e foram os jogadores da NIP a aproveitar o arranque no lado defensivo para chegar a uma vantagem de 10-5 na primeira metade. Na etapa complementar, a Astralis — sem Kristian “k0nfig” Wienecke — conseguiu equilibrar o encontro, mas não teve gás suficiente no tanque para confirmar a reviravolta e o triunfo caiu para o lado da NIP por 16-12.

No aspeto individual, Hampus “hampus” Poser foi o grande destaque dentro do servidor. Até então IGL, o sueco aproveitou muito bem o seu primeiro jogo “em liberdade” para atingir as 30 killsAleksib e Ludvig “Brollan” Brolin, ambos com 24, também contribuíram em larga escala para o sucesso da equipa.