stadodo FTW
Fotografia: João Ferreira/RETAKE

FTW está viva na luta pelo apuramento para a fase principal do OMEN WGR Challenge 2023. Depois de ter perdido o primeiro encontro do qualificador fechado, a fénix venceu a EC Brugge por 2-0 (16-9 Anubis, 16-8 Vertigo) e escapou ao pior cenário, o da eliminação.

A equipa portuguesa escolheu Anubis para começar a série e mostrou que tem feito um bom trabalho de casa no mapa mais recente da map pool ativa. A FTW controlou o encontro desde o início e a EC Brugge nunca conseguiu aliviar a pressão durante toda a primeira parte. Num mapa que tem sido muitas vezes falado como amigo de quem ataca, a equipa de Diogo “DDias” Dias tornou-se um exemplo a favor da teoria, ao conseguir um parcial de 11-4 na primeira metade.

Na segunda parte, a equipa adversária ainda tentou esboçar uma reação e conseguiu encurtar a diferença no marcador. Porém, a FTW recuperou depois a compostura e fechou o mapa com qualidade para se adiantar na série e ficar mais perto de seguir para a final da lower bracket.

O segundo mapa, escolhido pela equipa europeia, foi Vertigo. Uma vez mais, quem dominou foi a equipa da FTW. Desta feita a começar no lado defensivo, a equipa lusa deu uma boa resposta a uma melhor entrada do adversário e assumiu o controlo do encontro sensivelmente a meio da primeira parte. A partir desse momento, a EC Brugge não teve condições para travar uma FTW a funcionar em pleno e a equipa portuguesa fechou o encontro com o 16-8.

Afastado o cenário da eliminação por agora, a FTW vai procurar ainda esta tarde a vingança perante a GTZ. Depois de se terem defrontado no encontro de abertura, que foi ganho pela equipa de Diogo “snapy” Rodrigues, as duas vão medir novamente forças, desta vez em BO3, pelo acesso à final do grupo A.