Fotografia: Michal Konkol/BLAST

G2 venceu este domingo a BLAST Premier: World Final 2022, ao derrotar a Liquid por 2-0. O triunfo da organização europeia em Abu Dhabi marcou o fim de um longo jejum — quase três anos — em LAN.

Lê também:

Esta manhã, a G2 venceu um torneio offline pela primeira vez em quase três anos. Para se ter uma ideia, desde a última vitória numa prova em LAN, a equipa passou de um lineup maioritariamente francês para uma equipa totalmente internacional e esteve presente em mais finais offline, mas nunca conseguiu vencer nenhuma.

Para encontrarmos o último torneio em LAN ganho pela G2, temos que recuar até 22 de dezembro de 2019. Em Malta, a organização europeia venceu a Champions Cup Finals, para a qual havia sido convidada. Depois de ter passado em primeiro lugar no Grupo B, que também contava com SpiritHardLegionBIG, a G2 venceu a ENCE nas meias-finais e derrotou a Spirit na grande final para levantar o troféu e levar consigo 150 mil dólares de prémio.

G2
A equipa da G2 que venceu a Champions Cup Finals 2019. (Fotografia: HLTV.org)

Olhando ao lineup que triunfou em malta, apenas um nome resta naquele que é o quinteto atual da G2: Nemanja “huNter-” Kovač. O jogador bósnio foi o único que viveu de início a fim este jejum da equipa que este domingo terminou com a vitória na BLAST Premier: World Final 2022.

A equipa da G2 que venceu a Champions Cup Finals 2019:

Kenny “kennyS” Schrub
Audric “JACKZ” Jug
François “AMANEK” Delaunay
Nemanja “huNter-” Kovač
Nemanja “nexa” Isaković

Damien “maLeK” Marcel (Treinador)

Jejum da G2 também se aplicou em mapas

Mais do que não conseguir ganhar uma final em LAN desde 22 de dezembro de 2019, a G2 não conseguiu também vencer qualquer mapa nas finais que disputou offline até este domingo. No total, foram quatro finais em que a equipa, com vários quintetos diferentes, saiu vergada a pesadas derrotas.

1 de março de 2020, o mesmo lineup que venceu o torneio em Malta jogou a final do Intel Extreme Masters Season XIV – World Championship, mas o resultado foi pesado: derrota por 0-3 frente à NAVI (4-16 Nuke, 13-16 Dust2, 2-16 Mirage). Seguiu-se a final do Intel Extreme Masters Season XVI – Cologne, a 18 de julho de 2021. Já com Nikola “NiKo” Kovač no lugar de kennyS, a G2 teve o mesmo desfecho, com novo 0-3 frente à NAVI (11-16 Dust2, 14-16 Mirage, 13-16 Nuke).

No mesmo ano, nova final para a organização europeia, desta feita no PGL Major Stockholm 2021. Pela terceira vez, a NAVI estava do outro lado e novamente a G2 ficou em branco no encontro decisivo, disputado a 7 de novembro de 2021. Os ucranianos venceram por 2-0 (16-11 Ancient, 22-19 Nuke).

Já este ano, uma quarta final jogada pela equipa da G2, agora com Aleksi “Aleksib” Virolainen e Ilya “m0NESY” Osipov nos lugares de AMANEKnexa. A final do Intel Extreme Masters Season XVI – Katowice foi jogada a 27 de fevereiro e caiu para a FaZe, que venceu por 3-0 (19-15 Inferno, 31-27 Mirage, 16-14 Dust2).

As finais jogadas pela G2 em LAN desde o último torneio ganho nessas condições:

Data Torneio Adversário Resultado
01/03/2020 IEM XIV – World Championship NAVI 0-3
18/07/2021 DK IEM XVI – Cologne NAVI 0-3
07/11/2021 PGL Major Stockholm 2021 NAVI 0-2
27/02/2022 IEM XVI – Katowice FaZe 0-3

 

Quatro finais, quatro vice-campeonatos11 mapas perdidos e nenhum ganho. Uma série negativa que chegou ao fim este domingo, já com mais mudanças num quinteto que tem vindo a sofrer remodelações constantes, mas que nunca conseguiu corresponder às expetativas. Nunca, até este domingo.