Chegou ao fim o primeiro dia de IEM Dallas, torneio de 250 mil dólares que acontece até ao próximo 5 de junho. No final do primeiro dia, FaZe e ENCE conseguiram chegar ao topo do Grupo A, no qual Movistar Riders e Encore não conseguiram nenhuma vitória.

Grupo A já conhece as primeiras decisões

FaZe chegou às finais da upper bracket após uma vitória clara sobre a Encore, por 16-5, e teve pela frente Vitality, que havia derrotado a Astralis, por 16-12. Os homens de Finn “karrigan” Andersen até tiveram um início lento na map pick adversária, Dust2, mas acabaram por tomar a liderança na série com um 16-11. A equipa franco-dinamarquesa ainda tentou equilibrar as contas em Nuke, mas a FaZe voltou a mostrar que está em Dallas para levantar a taça.

Destaque ainda para a ENCE, que, apesar de estar com Janusz “Snax” Pogorzelski no lugar de Lotan “Spinx” Giladi, está a fazer um grande trabalho no torneio. Depois de bater a MOUZ, por 16-9, na sua primeira partida, as tropas de Marco “Snappi” Pfeiffer mostraram uma resiliência enorme para bater a G2 em dois mapas (dois 16-14).

A G2 vinha de uma vitória forte sobre a Movistar Riders, por 16-5, mas agora terá de sobreviver à eliminação numa série contra Astralis, que eliminou a Encore sem muitos problemas. Já a MOUZ conseguiu fugir ao desaire ao bater a equipa espanhola, por 2-0, mas terá agora um grande desafio de sobrevivência contra a Vitality.

Agora, FaZe e ENCE já estão nos playoffs, mas vão lutar na quarta-feira pelo primeiro lugar no grupo. A equipa que conseguir esse feito passa diretamente para as semifinais, a outra para os quartos.

Ainda há muito por decidir no Grupo B

No Grupo B desta IEM Dallas, não se jogaram as semifinais da upper bracket, pelo que ainda há decisões por serem tomadas.

Quem está perto de seguir em frente é FURIA e Cloud9, que se enfrentarão esta terça-feira depois de passarem por cima de Imperial e de Liquid, respetivamente. BIG e MIBR são os outros dois emblemas a um passo de seguirem em frente após vitórias sobre NIP e Complexity. Destaque para a MIBR, que viu o seu treinador Bruno “bit” Lima a assinar uma performance brutal (17 eliminações e 1.55 de rating).

Na lower bracket, já esta terça-feira, Imperial e Liquid vão lutar pela permanência e o mesmo acontece entre Complexity e NIP. Os suecos, note-se, estão a jogar com Erik “ztr” Gustafsson no lugar do IGL Hampus “hampus” Poser.

Podes acompanhar a competição aqui.