A Imperial está apurada para a Legends Stage do PGL Major de Antuérpia. O "Last Dance" deu uma mostra dos bons velhos tempos e eliminou a forZe por 2-0, com dois mapas verdadeiramente avassaladores. Também a Team Liquid e a Bad News Eagles conseguiram o apuramento para a próxima fase.

A equipa brasileira pôde começar a série no mapa que escolheu, Overpass, e desde o primeiro instante que assumiu as rédeas do encontro. Com uma ofensiva muito bem trabalhada por Gabriel "FalleN" Toledo e com as miras todas afinadas e a contribuir de igual modo para o sucesso, a Imperial chegou ao intervalo a vencer por 11-4.

A sensação era de que o mapa estava completamente inclinado para um lado e que era uma questão de tempo até a Imperial se adiantar no marcador. Os sul-americanos fizeram questão de não demorar muito e rapidamente chegaram ao 16-5 no lado defensivo para se colocarem a um mapa do Legends Stage.

O obstáculo que se seguia era Mirage, mapa escolhido pela forZe. Do lado defensivo, quatro rápidas kills de Lincoln "fnx" Lau no pistol round mostraram que a Imperial vinha preparada. A forZe ainda tentou um ar da sua graça e teve momentos em que equilibrou o encontro, mas foi a equipa brasileira a terminar melhor e a seguir para a segunda metade com uma vantagem de 10-5. Confiante, a Imperial completou a tarefa com seis rondas ao ataque para conseguir novo 16-5.

Para além da Imperial, também a Team Liquid e a Bad News Eagles conseguiram o apuramento ao cair do pano para a Legends Stage. Os norte-americanos foram responsáveis pelo pontapé de saída na jornada e bateram a Astralis por 2-0 numa grande série, que ditou o pior resultado da história da organização dinamarquesa em torneios Major. Para além disso, também Andreas "Xyp9x" Højsleth vai falhar o top 16 de um Major pela primeira vez.

Vertigo foi o mapa escolhido pela Team Liquid e o primeiro da série. Os norte-americanos foram mais compactos e o coletivo esteve em sintonia para fechar o mapa de forma tangencial (16-14). Na derradeira ronda, tudo parecia apontar para o prolongamento, mas foi a equipa de Jonathan "EliGE" Jablonowski a conseguir fechar o mapa, para desespero de Benjamin "blameF" Bremer, que entrou para o livro de recordes dos torneios Major com o maior número de eliminações numa partida em tempo regulamentar. O esforço acabou por ser em vão.

A série seguiu para Ancient, a escolha dos nórdicos. Uma vez mais, o equilíbrio esteve presente, mas os detalhes caíram sempre para o lado dos americanos, que fecharam o mapa com um 16-13 e festejaram o apuramento para a fase seguinte, depois de terem começado com duas derrotas e de terem passado por três BO3 onde não cederam qualquer mapa.

Uma série animada e que teve três mapas foi a que envolveu Bad News Eagles e MIBR. Os brasileiros reverteram uma desvantagem de 4-11 para vencer Nuke, mapa que escolheram, por 16-13. Porém, a equipa de Marcelo "chelo" Cespedes perdeu gás e acabou por morrer na praia, depois de perder por 8-16 em Ancient e por 10-16 em Vertigo.

A primeira fase do PGL Major de Antuérpia chega ao fim com os apuramentos de Vitality, G2, Spirit, ENCE, Outsiders, Imperial, Team Liquid e Bad News Eagles para a Legends Stage. A fase seguinte arranca no próximo sábado e tem um duelo entre G2 e NAVI como cabeça de cartaz.