As equipas de Outsiders e NAVI conseguiram derrotar FURIA e Heroic, respetivamente, conseguindo garantir presença nos quartos-de-final da ESL Pro League Season 16.

Ao início da tarde, a Outsiders defrontou os brasileiros da FURIA. Kaike “KSCERATO” Cerato e companhia entraram com o pé direito na série e venceram o mapa escolhido pela equipa adversária, Ancient, por 16-11. A Outsiders respondeu e empatou a série, com uma vitória em Vertigo por 16-10.

As decisões ficaram adiadas para o último mapa da série, Inferno. A equipa de Dzhami “Jame” Ali entrou muito bem na partida e atacou o mapa de forma exemplar, chegando ao final da primeira parte a vencer por 11-04. A defender, a Outsiders conquistou as rondas que necessitavam para vencer e carimbou a passagem aos quartos-de-final com uma vitória por 16-06.

NAVI e Heroic tiveram duelo renhido

No último duelo desta 1ª ronda dos playoffs, a Heroic defrontou a NAVI. A equipa liderada por Denis “electroNic” Sharipov escolheu Mirage para ser o primeiro mapa a ser disputado nesta série. Os dinamarqueses entraram melhor e terminaram a primeira parte a vencer por 9-6, contudo, a NAVI conseguiu a reviravolta a defender o mapa e conquistou a vitória pela margem mínima, com o marcador a assinalar 16-14.

No segundo mapa, Inferno, a NAVI parecia estar encaminhada para a vitória, contudo, a Heroic não baixou os braços e num jogo extremamente renhido, os jogadores comandados por Casper “cadiaN” Møller conseguiram a reviravolta e venceram por 16-14.

No último mapa da série, Overpass, a equipa ucraniana tomou as rédeas da partida desde o início e conseguiram carimbar a última vaga nos quartos-de-final da competição, com uma vitória por 16-07.

Os confrontos dos quartos-de-final vão ser os seguintes:

29/09, 14:30MOUZ vs Liquid
29/09, 18:00Cloud9 vs FaZe
30/09, 14:00Vitality vs Outsiders
30/09, 18:00G2 vs NAVI

As oito equipas que permanecem em prova lutam para ganharem o troféu da ESL Pro League Season 16, o prémio monetário de $175,000 correspondente ao primeiro lugar e uma vaga na BLAST Premier World Final 2022.