Um tribunal de Califórnia sentenciou um homem, descrito como um dos líderes de um grupo de piratas ( Razor1911), a 4 anos de prisão. Os Razor1911 foram os mais conhecidos distribuidores de jogos “piratas” on-line.

Sean Michael Breen de 38 anos, assumiu a culpa e foi sentenciado a 50 meses de prisão e mais 3 anos de liberdade condicional, por infracção do CopyRight

A sua prisão foi considerada a mais dura em todo o caso “warez”, num lote de 40 detenções em todo o mundo. Esta condenação resultou de uma investigação de 14 meses.