Hoje em dia existem dezenas de  mercados paralelos de compra e venda de skins, o que permite a alguns jogadores lucrar com os cosméticos do CS:GO.

Em Pilsen, na República Checa,  um caso de uma venda entre particulares levou a que fosse aberta uma investigação policial, por suposta fraude, com o caso a ser reportado nos mídias nacionais.


O relatório da inicial da investigação pode ser lido aqui.
 

Um jogador acordou vender a sua faca, uma Talon Fade, no valor de 30 mil coroas, cerca de 1200 euros. O acordo seria que após um primeiro depósito de 4 mil coroas, o vendedor efetuava a troca da skin e posteriormente recebia o restante dinheiro.

Acontece que após ter sido efeuada a troca, o comprador nunca chegou a pagar o valor em falta, que estava acordado, e gerou a investigação policial. O crime de fraude virtual na República Checa pode ser punido com uma pena até 8 anos de prisão.