SAW foi esta quarta-feira derrotada no segundo encontro na Elisa Invitational Fall 2022. Depois de ter começado a competição com o pé direito, a equipa portuguesa perdeu frente à Sprout e segue agora com um registo de 1-1.

Dust2 foi o primeiro mapa da série e escolhido pela SAW, que teve de começar de trás para a frente no caminho para a vitória. A equipa lusa começou no lado atacante e teve dificuldades na primeira metade da etapa inaugural.

Após uma má entrada, os warriors viram-se numa desvantagem de 1-7 e só na ponta final da primeira parte é que conseguiram reentrar no mapa, ao reduzir a diferença de 3-9 para 6-9. Na segunda parte, Christopher “MUTiRiS” Fernandes e Michel “ewjerkz” Magalhães foram demónios à solta no servidor e a equipa portuguesa conseguiu um parcial de 10-4 para confirmar a reviravolta e vencer por 16-13.

A série seguiu para o mapa escolhido pela Sprout, que é também o mais jogado pela equipa europeia nos últimos três meses: Vertigo. A equipa de core dinamarquês justificou a escolha do mapa com um T side a roçar a perfeição e que rapidamente desequilibrou a balança. A vencer por 11-4 ao intervalo, a Sprout não teve dificuldades em fechar com um 16-5 e forçar o Overpass.

No terceiro mapa, a SAW começou do lado ofensivo e perdeu o primeiro pistol round, mas venceu o force e assumiu as rédeas numa primeira fase. No entanto, rapidamente o CT side adversário começou a funcionar e a Sprout colocou sete rondas de uma assentada para terminar a primeira parte a vencer por 11-4.

pistol round da segunda metade era de extrema importância para a equipa portuguesa e a SAW não desapontou, tendo ganho essa ronda e iniciado da melhor forma o seu CT side. Porém, foi sol de pouca dura e a Sprout venceu de imediato o force para chegar ao 12-5.

Force com force se paga e a SAW deu de imediato a provar do próprio veneno ao adversário. A equipa lusa aproveitou para desta feita estabilizar a sua defesa e começou a recuperar o atraso no marcador, mas sofreu um revés quando cedeu duas rondas consecutivas e que deixaram o resultado em 10-14.

Em jogo de parada e resposta, voltaram os warriors a pegar no jogo e o primeiro match point foi a favor da equipa portuguesa, mas a Sprout conseguiu forçar o prolongamento. No desempate, o lineup europeu abriu com três rondas no lado atacante e fechou depois o mapa à defesa, com o resultado de 19-15.

Com uma vitória e uma derrota, a SAW espera agora pelo próximo adversário na competição. A equipa portuguesa sabe, contudo, que vai defrontar uma equipa que possua o mesmo registo.