ewjerkz SAW MLP

SAW quebrou este sábado o enguiço e conquistou a primeira ESL Masters España da sua história. Na sexta presença numa final da prova, a equipa portuguesa estreou-se a vencer ao derrotar a Case por 2-1 (16-11 Ancient, 7-16 Overpass, 16-12 Nuke).

Em busca de acrescentar a conquista da 12.ª temporada da prova espanhola à Master League Portugal conquistada no passado fim de semana, os warriors arrancaram no mapa que escolheram. Apesar do melhor arranque da Case no CT side, não foi preciso esperar muito para que a SAW assumisse as despesas do embate e chegasse ao intervalo já em vantagem (8-7).

Com oito rondas conquistadas no T side de Ancient, a equipa lusa ficou em grande posição para se colocar em vantagem na série e foi isso mesmo que fez. Apesar de o adversário ter voltado a triunfar no pistol round e ter tido o melhor arranque na segunda metade, a equipa de Christopher “MUTiRiS” Fernandes conseguiu rapidamente estabilizar defensivamente e assumir um controlo que não voltou a perder até fechar o mapa.

A resposta da formação brasileira chegou depois em Overpass. Numa primeira metade marcada por vários erros da equipa portuguesa, a Case aproveitou para chegar aos dois dígitos e ficar muito perto de adiar a decisão para Nuke. Na segunda metade, a SAW não conseguiu mais do que duas rondas ao ataque e a equipa capitaneada por Lucas “steel” Lopes empurrou mesmo a série para o terceiro mapa com uma vitória convincente.

O arranque de Nuke foi, no mínimo, caótico. O pistol round caiu para SAW, mas as equipas trocaram forces logo a seguir e foi a equipa da Case a colocar-se com uma vantagem de 3-2. Daí em diante, os portugueses encaixaram definitivamente no estilo do adversário e a partir daí só deu SAW. As dez rondas que faltavam jogar na primeira metade caíram todas para o lado luso, pelo que a vantagem de 12-3 ao intervalo era mais do que confortável.

Agora no CT side, a equipa de Ricardo “roman” Oliveira voltou a perder o pistol round e o resultado passou a ser de 12-6. Apareceram as buy rounds do lado português, mas foi Case que continuou a sair por cima e a massacrar a economia adversária. Os brasileiros relançaram o encontro com sete rondas consecutivas, que deixaram o marcador em 12-10, mas SAW conseguiu estancar a hemorragia e colocar-se mais perto da vitória.

Apesar disso, as várias rondas ganhas em sequência deixaram o banco da Case bem recheado, pelo que os brasileiros continuaram com vantagem na economia. No entanto, uma segunda ronda consecutiva da SAW deixou o resultado em 14-10 e a economia adversária começou a desaparecer. Num último buy round com o dinheiro que restava, os sul-americanos tentaram regressar ao marcador, mas esbarraram numa grande ronda de João “story” Vieira que resultou em cinco match points. Ao terceiro, os warriors fecharam o jogo.

À sexta tentativa, a SAW somou o primeiro troféu da ESL Masters España. Para além de um novo troféu na prateleira, a equipa portuguesa assegurou a conquista de seis mil euros e de uma vaga na ESL Pro League Conference S17.