A Team Liquid, que conta com os portugueses Bruno “AcroniK.” Lopes e André “Xpére” Costa (treinador) nas fileiras, estreou-se esta quarta-feira com uma derrota no RLCS 2021-22 Spring Split Major, em Londres. Na primeira ronda da upper bracket, a Team Liquid cedeu por 1-3 frente à Team Falcons.

Num encontro disputado em formato BO5, foi a equipa que conta com os dois portugueses a adiantar-se na série. Uma vitória incontestável por 4-1 na primeira partida colocou a Team Liquid mais perto de seguir em frente na upper bracket.

Porém, a Team Falcons — apresenta um trio saudita — reagiu na segunda partida. Apesar de ter sido a Team Liquid a marcar primeiro, os jogadores árabes deram a volta à situação e acabaram por vencer por 2-1 para igualar a série.

Com tudo em aberto, o terceiro jogo acabou por ser uma amostra tirada a papel químico da partida anterior. A Liquid marcou primeiro, mas os falcões reagiram com força e apontaram três golos sem resposta para vencer por 3-1. O triunfo na terceira partida deixou a Team Falcons com um duplo match point nas mãos.

Obrigada a vencer os dois jogos em falta, a Team Liquid acabou por não conseguir forçar sequer um quinto embate. A Team Falcons continuou a crescer à medida que a série avançou e realizou a exibição mais convincente no quarto encontro, que venceu por 5-2. Ahmad “Ahmad” Abdullah foi a grande figura da equipa saudita.

A derrota desta quarta-feira atira a Team Liquid para a lower bracket. A equipa onde militam AcroniK. e Xpére só volta a competir esta quinta-feira, tendo encontro marcado com os australianos da PWR.