A Team Spirit carimbou esta quinta-feira o passaporte para as meias-finais do PGL Major Antwerp 2022. No dia em que arrancaram os play-offs, a equipa russa bateu a FURIA por 2-0. É a melhor prestação de sempre da equipa num torneio deste nível.

O veto levou a que a série se desenhasse em Vertigo (FURIA), Ancient (Team Spirit) e, caso necessário, Mirage. A ação arrancou no mapa escolhido pela equipa brasileira, mas cedo se percebeu que a tarefa dos sul-americanos ia ser difícil.

Apesar de ter reagido bem numa fase inicial para recuperar de um 0-2 para 3-2, a FURIA perdeu depois o controlo do jogo. Com cinco rondas de uma assentada, a Team Spirit chegou ao 7-3 no lado atacante e garantiu uma boa primeira parte.

Os brasileiros ainda foram capazes de replicar o feito adversário e vencer também cinco rondas consecutivas para chegar ao intervalo a liderar por 8-7. Contudo, a vantagem era demasiado magra e a Team Spirit montou uma boa defesa para vencer por 16-12.

Um ancient dominante

A FURIA estava obrigada a triunfar em Ancient, território da Team Spirit, para se manter na discussão pelo lugar no top 4. Porém, voltou a ser a equipa russa a entrar melhor e a colocar quatro das primeiras cinco rondas no marcador.

O momento do encontro oscilou várias vezes. A FURIA virou o resultado de 1-4 para 6-4, apenas para voltar a enfrentar uma desvantagem de 6-8 e reduzir para a margem mínima ao intervalo.

Agora do lado mais forte, o defensivo, a Team Spirit arrancou de imediato para a vitória nas primeiras quatro rondas da segunda parte e deixou o resultado em 12-7. Nesse momento, a FURIA respondeu e reduziu, mas a ronda que venceu foi exceção e não regra, com os russos a fecharem depois o mapa em 16-8.

A vitória desta quinta-feira já é histórica: a equipa russa está pela primeira vez no top 4 de um torneio Major. A Team Spirit vai tentar prolongar o conto de fadas diante da FaZe Clan, que venceu a NIP para também seguir para as meias-finais.