VAC Ban gera processo legal de Jamppi contra a Valve

O jogador finlandês de 18 anos Elias "Jamppi" Olkkonen terá dado início a um processo legal contra a Valve sobre a situação que vive profissionalmente no CS:GO, de acordo com documentos obtidos pelo portal DBLTAP.

O AWPer é visto como um dos mais promissores jogadores do cenário nórdico e era profissional desde 2017, tendo-se destacado ao serviço dos SuperJymy e SJ Gaming antes de ser colocado no banco desta última por razões não divulgadas, com suspeitas de estarem relacionadas ao seu estatuto no FPS da Valve.


Impedido de disputar Majors da Valve, Jamppi viu o interesse dos OG em assinar com o próprio desaparecer.

O processo iniciado na Finlândia é feito com base em danos causados relativamente à sua ligação a uma conta banida e que o impediu de assinar pelos OG. Entre as informações fornecidas, é alegado que o jogador adquiriu uma segunda cópia do CS:GO em 2015 quando tinha apenas 14 anos para poder jogar com um amigo numa LAN, tendo posteriormente vendido a conta e a mesma sido banida pelo sistema VAC.

Contactos com a Valve para limpar o seu nomes não tiveram efeito, sendo informado que o ban iria permanecer e que o mesmo não poderia patrocinar nos Majors, situação que viu o interesse dos OG dissipar e mudar de foco para Mateusz "mantuu" Wilczewski.

As tentativas mais recentes de Elias "Jamppi" Olkkonen junto da Valve não foram alvo de resposta, tendo trocado correspondência com a CSPAA no fim do ano passado. A Associação de Jogadores Profissionais de Counter-Strike do qual o AWPer finlandês é membro terá ignorado os apelos recentes de apoio à causa do jogador, segundo fontes próximas do processo.

Foto de capa por: Stephanie Lindgren/DreamHack



 
Topo