Fotografia: Riot Games

O mid-laner que se sagrou campeão do Worlds 2023, Lee “Faker” Sang-hyeok, sofreu um contratempo durante a sua participação neste torneio, tendo sido banido pelo sistema de auto-ban da Riot, após uma falha de internet no espaço onde a competição se encontrava a decorrer.

O League of Legends, à semelhança de outros jogos online, requer uma conexão à internet que seja consistente, de modo a enviar as informações do utilizador, mas também, receber as informações dos colegas e adversários. Quando a conexão falha, existem vários jogos que têm um sistema de auto-ban, de modo a punir os jogadores que abandonem as partidas e deixem as suas equipas em desvantagem numérica.

Isto terá sido o que aconteceu ao tetracampeão de League of Legends, Faker. O sul-coreano estaria a trenar para a competição, em solo queue, quando a conexão terá falhado, e o jogador terá sido banido pela Riot Games por 14 dias devido a ter abandonado a partida em que se encontrava, deixando a sua equipa em desvantagem.

A Riot não terá demorado muito tempo a reagir a este ban, retirando o mesmo ao mid laner. Faker acabou por escrever uma carta à empresa norte-americana a pedir desculpa por se ter desconectado da partida.