XSET-VALORANT-Champions
Fotografia: Colin Young-Wolff/ Riot Games

Quatro jogadores profissionais de VALORANT e o seu treinador abriram processos contra a XSET, organização de esports norte-americana. Em causa está um alegado incumprimento de pagamento dos lucros obtidos com os pacotes de skins do VALORANT Champions 2022.

Os quatro atletas mais o seu treinador abriram processos separados no Tribunal Superior do Condado de Los Angeles, alegando que a XSET está em incumprimento com aquilo que havia sido acordado – pagar 50% da receita obtida com merchandising. Porém, todos os casos foram arquivados no dia 16 de agosto de 2023.

De acordo com o artigo da Dot Esports, a XSET recusou-se a pagar aos seus antigos jogadores. Inclusive, documentos afirmam que organização ignorou uma carta que solicitava negociações de boa fé.

“A XSET compartilhará a receita de skins do jogo com a equipa numa divisão de 50/50. Cada Jogador/Treinador receberá 8,33% de toda a receita de vendas de skins”, pode ler-se num dos documentos apresentados que afirmava acordos anteriores.

Os representantes legais dos antigos jogadores irão fazer todos os esforços para que a organização pague aquilo que foi acordado e, ainda, todas as taxas administrativas e custos destes processos.