Fotografia: Riot Games

Lee “Faker” Sang-Hyeok, famoso jogador de League of Legends, está a viver uma situação complicada. Ao que tudo indica, o atleta foi ameaçado de morte e, inclusive, a situação estará a ser investigada pela polícia.

Segundo o jornalista Jang Bo-in, o jogador sul-coreano recebeu uma ameaça online, onde o utilizador, de forma anónima, dirigiu-lhe as seguintes palavras: “Vou visitar o dormitório do Faker e cortar-lhe o pulso”.

Após o sucedido, o jogador terá relatada a situação à sua equipa que, de imediato, informou as autoridades locais. De acordo com a mesma fonte, a Agência de Polícia de Daejeon estará a investigar o caso, planeando mesmo prender o sujeito, através do rastreio de IP.

Alertada para o caso, o League of Legends Championship Korea(LCK) decidiu adotar medidas de segurança, numa altura em que disputam os playoffs da competição. Ainda assim, a LCK emitiu um comunicado a referir que o que resta da prova contará com seguranças pessoais na arena e fora da mesma.

A T1, equipa de Lee “Faker” Sang-Hyeok, esta na final da upper bracket, a uma vitória de garantir um lugar na grande final. O jogo disputa-se este sábado, às 7:00 da manhã. A equipa já não vence a prova há duas temporadas.