KSCERATO: "Existe possibilidade de chegarmos ao #1 do ranking mundial"

Tivemos a oportunidade de conversar ontem com o Kaike "KSCERATO" Cerato, jogador da equipa dos FURIA que competiu hoje no Moche XL Esports frente à equipa dos GamerLegion. Entre o crescimento rápido que a equipa teve e o escalar dos rankings na HLTV, falamos do futuro da equipa, dos seus objetivos e também do público português.



"Temos um estilo de jogo muito diferente dos outros top 10."


Fraglíder: KSCERATO, chegaram cá hoje porque tiveram de disputar o qualificador fechado do Minor Americano. É a tua primeira vez em Portugal, ainda não tiveram muito tempo para ver Lisboa mas o que estão a achar até agora da vossa estadia?

KSCERATO: Até agora, lembra muito o Brasil, as casas, o trânsito, é tudo muito semelhante. Estou a gostar bastante da interação com as pessoas, o carinho delas, o amor que têm pelos esports, é muito fixe.

Fraglíder: Neste momento são um dos assuntos quentes da comunidade mundial. Têm escalado rapidamente no ranking mundial e neste momento ocupam o lugar #5 desde a última atualização da HLTV. Como se deu todo rápido crescimento num curto espaço de tempo?

KSCERATO: Acho que o pensamento de todos aqui está muito alinhado, de querer vencer e ser sempre uma melhor equipa. Melhorar sempre em qualquer aspeto, seja ele dentro ou fora do jogo e tentar trabalhar com qualidade. É sempre qualidade em vez de quantidade e conseguimos chegar a esses campeonatos por causa da harmonia da equipa, dentro dos FURIA é muito boa e todos sabemos isso. Gostamos muito de interagir entre nós, trocar ideias e falar do jogo.

Fraglíder: Ainda olhando ao ranking, o Ex6TenZ disse-nos numa outra entrevista que não existe uma melhor equipa do mundo definida e que qualquer uma do top 5 pode chegar a esse posto. Fazendo parte desse Top 5, acreditas que ainda podem crescer mais e chegar ao lugar #1?

KSCERATO: Acredito que sim, temos um estilo de jogo muito diferente dos outros top 10. Se conseguirmos resolver e melhorar os pequenos aspectos do jogo em que continuamos a falhar no nosso estilo de jogo, existe sim possibilidade de chegar ao #1 do ranking mundial. Concordo plenamente com aquilo que o Ex6TenZ disse, acima de tudo o Counter-Strike é muito detalhe e qualquer um pode valer um campeonato ou uma subida no ranking da HLTV.



"Acredito que vai ser um dia muito eufórico, uma das semelhanças entre o povo português e o brasileiro é a emoção."


Fraglíder: Os Brasileiros e os portugueses costumam ser muito aficionados pelas suas equipas e os MIBR, nas últimas duas presenças cá, foram uma das grandes atrações do público. Ainda não possuem o mesmo estatuto mas vocês estão a dar cartas a nível internacional. Acreditas que o público vai estar do vosso lado na arena?

KSCERATO: Acredito que vai ser um dia muito eufórico, uma das semelhanças entre o povo português e o brasileiro é a emoção. Amamos fanaticamente as equipas pelas quais torcemos e "vai botar fogo" a torcida portuguesa. Tenho a certeza que vão estar a puxar por nós, caso os OFFSET ganhem o seu jogo no entanto vai ser um grande duelo mas a grande maioria acabará por estar do lado deles.

Fraglíder: Neste momento, estão a lidar bem com o sucesso. Provavelmente já falaram entre vocês para redifinir metas, quais são os objetivos que estão traçados da vossa parte?

KSCERATO: O próximo campeonato que vamos jogar é a MDL e queremos obter a qualificação para o Global Challenge lá. A quinta vaga da ESL Pro League vai estar em jogo e nós queremos qualificar-nos para lá. Fora isso, a Legends Stage do Major é sem dúvida uma prioridade e objetivo, qualquer jogador de Counter-Strike quer participar num Major.

Fraglíder: Obrigado KSCERATO pela entrevista e boa sorte para os vossos objetivos.




 
Topo