Sportpaleis-arena
Fotografia: PGL

O último Major do circuito competitivo de Counter-Strike, o BLAST.tv Paris Major, revelou-se o mais rentável da história do jogo. No total, as equipas, de acordo com a fase respetiva, arrecadaram cerca de 110 milhões de dólares.

Segundo fontes próximas da HLTV e da Dust2 Brasil, os valores médios por organização deverão rondar os 4 milhões e meio de dólares. Na distribuição de ganhos, a Valve divide por cápsulas de autocolantes com os logótipos de equipas – dinheiro para as organizações -, e cápsulas de autocolantes com as assinaturas dos atletas – dinheiro para os jogadores.

Ora, esta divisão acontece de acordo com a fase em que a equipa se sediou. Curiosamente, a fase dos Contenders, primeira do circuito do Major, foi a que mais rendeu às equipas. De relembrar que, o dinheiro gerado, é de acordo com a aquisição das cápsulas por partes dos utilizadores de Counter-Strike.

A fase inicial do Major, a Challengers Stage, protagoniza a chegada de alguns conjuntos inexperientes nesta etapa, os Contenders (equipas provenientes do RMR).  Desse modo, os utilizadores ao longo do globo procuram abrir mais cápsulas desta fase, visto que o valor dos autocolantes é mais elevado. Tudo isto porque, as equipas respetivas, poderão não voltar a estar presente nesta fase, e a raridade do autocolante aumenta.

Confere os valores:

Contenders Challengers Legends
Equipa 4.5 milhões de dólares 2.6 milhões de dólares 3.5 milhões de dólares
Jogador 250 mil dólares 200 mil dólares 200 mil dólares

 

Contudo, estes valores foram apurados por fontes próximas da HLTV e da Dust2 Brasil. Em alguns casos, como os campeões do Major, os valores podem variar.