ESL Challenger Melbourne
Fotografia: ESL

O primeiro mês de 2024 ainda não chegou ao fim e ESL decidiu lançar novidades. A organizadora partilhou uma atualização, esta terça-feira, que traz notícias muito positivas para a região sul-americana.

Em busca de haver maior igualdade de oportunidades, a ESL fez alguns ajustes aos multiplicadores regionais e a que mais beneficiou com isso foi a sul-americana. A região viu o multiplicador de pontos dobrar.

Anteriormente nos 7%, agora a região sul-americana regista 14%. O multiplicador também aumentou na Ásia, mas, em contrapartida, diminuiu na Oceânia e América do Norte. Isto entra em vigor imediatamente.

As diferenças nos multiplicadores regionais:

Região  Antes  Depois
AS 4.5% 5%
NA 26% 20%
OC 9.5% 8%
SA 7% 14%

Troca de jogadores deixa de penalizar as equipas

Mas não é só. O panorama no ranking da ESL vai mudar, nomeadamente no que diz respeito à distribuição de pontos. Anteriormente, uma troca de um elemento poderia prejudicar a equipa, mas isso deixará de acontecer.

A partir de dia 6 de março, as equipas estão permitidas para fazer uma alteração, a cada 120 dias, sem qualquer redução de pontos. No entanto, isto é apenas válido para a troca de apenas um jogador.

Contudo, foi também melhorado o sistema de recalculo, no caso de uma equipa sofrer uma autêntica revolução. Antes eram somados os pontos de todos os jogadores, mas o sistema passará a ser bastante mais complexo que terá em conta vários aspetos.

De referir que este segundo ponto apenas entrará em vigor a partir de dia 6 de março. Com estas alterações, a ESL pretende que a sua classificação “reflita a realidade”.