Fotografia: Gabriel Lemos

Este sábado, 2 de março, arrancou a Final Four da décima-terceira edição da Master League Portugal. Na primeira meia-final da prova, FTW e OVERFRAG subiram ao palco na luta pelo apuramento para a Grande Final.

No primeiro mapa da partida, Vertigo, escolhido pela fénix, o jogo teve um desfecho surpreendente. A jogar a primeira Final Four da história da organização, esperavam-se dificuldades para a OVERFRAG.

Ora, ainda assim, o conjunto liderado por Bruno “HS” Sousa mostrou o contrário e, no mapa escolhido pela FTW, forçou o marcador à ronda decisiva. Depois de um bom seguimento no lado ofensivo de Vertigo, HS e companhia acabaram por cair pela margem mínima, mas abriram o leque de oportunidades na meia-final (13-11).

Se, no primeiro mapa, a OVERFRAG esteve na calha do triunfo, este acabaria por aparecer na segunda partida. Em Nuke, mapa escolhido pela estreante na Fase Final, o duelo voltou a ter momentos de equilíbrio e, com naturalidade, justificou-se a ida a tempo-extra (12-12). Aqui, os comandados de HS deram uma cara dominante e fecharam o prolongamento sem perder qualquer ronda (16-12).

Resultado do encontro:

FTW OVERFRAG
13 Vertigo 11
12 Nuke 16
 13 Ancient
8

 

Tudo empatado, os dois conjuntos seguiram para Ancient, mapa escolhido para tomar as decisões da série. No primeiro tempo e do lado ofensivo, a fénix assegurou, desde cedo, a vantagem, e chegou ao intervalo na frente do marcado (7-5). Galvanizada, a turma comandada por Rafael “rafaxF” Faria não deu asas a nova surpresa, e fechou a passagem à Grande Final com qualidade (13-8).

Próximo duelo da Final Four:

 Rhyno vs. AL-QATRAO – 16h00

Pois bem, depois do dissabor na última Final Four – FTW foi eliminada por Rhyno nas meias-finais -, a décima-terceira edição da Master League Portugal vai contar com a fénix, de novo, numa Grande Final. No duelo decisivo, rafaxF e companhia vão encontrar o vencedor da meia final entre AL-QATRAO e Rhyno.