Fotografia: ESL

A cara maior da comunidade de Counter-Strike brasileiro, Alexandre “Gaules” Borba, não será a transmissão principal do próximo Major. Depois de cinco anos consecutivos a transmitir a maior competição do jogo, o streamer favorito da comunidade será “substituído” pela BTS Brasil.

A informação foi divulgada pela página brasileira esta sexta-feira (12), e chocou o cenário brasileiro. Na génese da situação, está a parceira da BTS Brasil com a casa de apostas desportivas, BetBoom. Segundo a divulgação, a BetBoom detém os direitos do primeiro Major de Counter-Strike 2, e Gaules fica de fora da equação.

Esta não é a primeira vez que o streamer enfrenta problemas relacionados com a casa de apostas. Na BetBoom Dacha, competição que decorreu em finais de 2023, o brasileiro revelou que haveria entrado em conflitos com a empresa, visto que esta apenas permitia que a BTS Brasil transmitisse os jogos do torneio.

Gaules reagiu e não descarta transmissão

De imediato, Gaules reagiu ao comunicado, e apelou que a comunidade continue a acompanhar a “Tribonera”. O streamer acredita que é possível “reinventar” uma nova forma de assistir a competição.

Em declarações à Dust2 Brasil, o CEO da BTS Brasil TV, Fabio “Shaolin” Madia, revelou que o canal fará a transmissão do PGL Major Copenhaga, dos três RMR’s e dos Qualificadores Fechados das várias regiões. Tudo isto acompanhado por 22 casters e diversos convidados especiais.

A situação não é a ideal para Gaules, que é conhecida pelo acompanhamento aos vários jogos do competitivo de Counter-Strike. No IEM Major Rio, disputado em 2022, o streamer esteve, inclusive, a transmitir os jogos do Major diretamente da arena.