Fotografia: PGL

Depois de ter falhado o apuramento para o primeiro Major de Counter-Strike 2, a NIP procedeu a mudanças no lineup ativo de Counter-Strike. A organização sueca retirou três jogadores do quinteto e está, de momento, a atuar com jovens da academia.

Ora, entre os nomes na folha de saída, aparece o de Kristian “k0nfig” Wienecke, atleta dinamarquês que representava a NIP desde janeiro de 2023. Na última sexta-feira, dia 1 de março, o rifler esteve presente numa entrevista guiada pelo analista, Duncan “Thorin” Shields. e abordou alguns pontos da sua estadia na turma nórdica.

Inicialmente, k0nfig comentou a saída de Aleksi “Aleksib” Virolainen – IGL na época -, e revelou que esta terá sido “uma das piores decisões” da carreira: “O Aleksib foi retirado da equipa. Eu não concordava a 100%, mas confiei nos outros jogadores. Não vou dar nomes, mas fui com eles e falaram-me do hampus. Foi uma das piores decisões da qual fiz em parte toda a minha carreira”, atirou o jogador de 26 anos.

Confere o vídeo:

Na época, k0nfig era, a par de Daniil “⁠headtr1ck⁠” Valitov, o único forasteiro na formação. Esta nuances criou dúvidas nos dois jogadores, tendo em conta que a organização continuava a estudar um possível retorno de um lineup inteiramente sueco: Ficou como se fosse um grupo de suecos contra mim e o headtr1ck. As coisas não estavam a funcionar em relação a certas pessoas, aos grupos. Eles queriam formar uma equipa sueca e nós achávamos que seríamos excluídos”, lançou k0nfig.

Oficialmente fora do quinteto na organização sueca, o jogador dinamarquês terá, agora, de encontrar uma nova casa para o futuro. Ao longo da carreira, k0nfig já somou experiências ao serviço de Dignitas, North, Complexity e Astralis.