Fotografia: HLTV

Durante a BetBoom Dacha 2023, o AWPer da BetBoom, Aleksandr “zorte” Zagodyrenko, deixou algumas declarações sobre o estado da AWP no Counter-Strike 2.

Em declarações à Esports News, o atleta russo abordou os primeiros passos da equipa com Vladislav “nafany” Gorshkov no comando: “Discutimos muito na equipa e eu aponto coisas que não foram feitas ou que o nafany não se apercebeu que poderiam ter tido impacto no jogo”, começou por dizer zorte, que se classifica como um apoio aos companheiro de equipa.

“Partilho muitas configurações, flashbangs, e aconselho toda a gente sobre o que fazer, como melhorar e onde insistir. Quando não tínhamos treinador, fazíamos tudo em conjunto com ele [nafany]. Eu tinha de treinar sozinho e ajudar a equipa de alguma forma”, rematou o AWPer.

Na nova versão do Counter-Strike, a AWP sofreu algumas alterações. Para o atleta da BetBoom, os AWPers nos maiores escalões competitivos, estão, por vezes, ao mesmo nível: “Ninguém sabe o que vai acontecer [relativamente a atualizações na arma]. Atualmente, é fácil jogar sem uma AWP. Por vezes, não há grande diferença entre AWPers de nível 1, nível 2 e até de nível 3”, comentou o jogador do Leste.

Leia também:

A Cloud9, organização norte-americana que detém um esquadrão russo, é uma das equipas no Tier 1 que atua sem um AWP fixo. Recentemente, o treinador do conjunto, Konstantin “groove” Pikiner, revelou que o projeto continuará assim, pelos menos, por agora.