Fotografia: João Ferreira/PGL

Uma situação insólita aconteceu no IEM Katowice Play-In 2024, quando o computador de Yuri “yuurih” Boian deixou de funcionar, durante o clutch da 24ª ronda do confronto entre FURIA e Apeks.

Com a FURIA a perder por apenas uma rondas, 11-12, o conjunto brasileiro procurava levar o Ancient a overtime, com yuurih e Kaike “KSCERATO” Cerato numa situação de 2vs3. Porém, a sorte não sorriu ao elenco brasileiro, uma vez que o computador de yuurih deixou de funcionar na última ronda, altura decisiva da partida e, dificultou a tarefa da FURIA, que acabou por perder o mapa por 13-11 e, consequentemente a série, ficando assim eliminada da competição.

O treinador da FURIA, Nicholas “guerri” Nogueira falou desta situação na transmissão de Gaules, dizendo: O PC do yuurih travou. O jogo não se resume a isso, mas dói perder quando ainda tínhamos a hipótese de ganhar. Sentimos os PCs do torneio abaixo do esperado, travaram mais do que uma vez. Está assim para toda a gente, mas, não deveria de acontecer”.

Contudo, guerri não culpa somente fatores externos, e afirmou que a sua equipa não esteve bem. A quantidade de situações de vantagem que perdemos, é muito difícil conseguir ganhar um jogo quando isso acontece. Uma equipa do nosso calibre, com os jogadores que temos, não podemos continuar a errar. A questão não é tática, estilo, é comunicação, não podemos vacilar quando não podemos e, achar que já está ganho.

A FURIA ficou na última posição do IEM Katowice Play-In 2024, após ter perdido as duas partidas que realizou, frente a TheMongolz (14-16) e Apeks (1-2).