Fotografia: Michal Konkol/BLAST

O atleta da FURIA, Kaike “KSCERATO” Cerato, abriu o livro e explicou os bastidores da formação canarinha. As mudanças de estilo no conjunto e as perspetivas futuras no Counter-Strike 2, foram alguns dos temas abordados pelo jogador.

Em entrevista ao portal Escore News, KSCERATO comentou a entrada de Gabriel “FalleN” Toledo no quinteto. O estilo lento e criterioso do lendário In-Game-Leader, surtiu dificuldades numa adaptação inicial: “Eu e o yuurih jogamos com o arT a IGL durante muito tempo, por isso foi complicado encontrar-nos num estilo de jogo mais lento”, começou por dizer o rifler, antes de defender que esse período caracterizou-se fundamental para o atual momento da equipa:

“Agora, quando o FalleN e o arT jogam juntos, podemos mudar o nosso estilo a cada ronda. Nesta altura, já sabemos muito sobre o estilo lento e rápido. Desta forma, conseguimos encontrar a nossa zona zen”, esclareceu.

No final da patente temporada, a FURIA conquistou a Elisa Masters Espoo 2023, e KSCERATO acredita num ano de 2024 risonho para a formação: “Estão a acontecer muitas atualizações neste momento, e sinto que o peekers advantage não estará tão forte no fim do CS2. Por agora, devemos usá-lo, para sermos os primeiros a trabalharmos nisso. Temos muito tempo de treino para o Major da Dinamarca, e podemos ser [os melhores no Counter-Strike 2]”, salientou o atleta brasileiro.

Leia também:

A estreia da FURIA em competições de alto calibre mundial acontece no final de janeiro, altura em que a equipa irá disputar a IEM Katowice 2024. No PGL Major Copenhaga, a formação de KSCERATO e companhia já assegurou o lugar no RMR das Américas.