Fotografia: HLTV

A caminhada da Preasy no Counter-Strike 2, pode estar em vias de terminar. A organização dinamarquesa comunicou, nesta tarde de terça-feira (16), que está disposta a vender os seus ativos a uma pessoa ou entidade competente.

Depois de uma jornada bem sucedida no fps da Valve, a Preasy pode estar em vias de cessar as operações. A formação que oficializou a lenda, Peter “dupreeh” Rasmussen, nos últimos tempos, culminou o bom momento no fim de 2023 com o convite para o Qualificador Fechado do RMR.

Ora, ao colocar à venda os seus ativos, a organização dinamarquesa abre portas para um possível retorno no cenário de Counter-Strike. Ao longo dos anos, várias foram as equipas que abandonaram o contexto competitivo e, agora, podem avaliar um regresso acompanhado por um plantel de luxo.

No comunicado emitido, a Preasy informa que a decisão proveio do CEO, Michael Hertz, que acredita que o “comprador certo será capaz de guiar a organização a conquistas históricas em pouco tempo”. O CEO adiantou ainda que esta é a melhor decisão para o “futuro do clube”.

O lineup da Preasy:

DK Thomas “TMB” Bundsbæk
DK Alexander “⁠Altekz⁠” Givskov
DK Ismail “refrezh” Ali
DK Fredrik “roeJ” Jørgensen
DK Peter “dupreeh” Rasmussen

A Preasy vai competir no Qualificador Fechado do RMR, fase de acesso ao Major onde se encontram as equipas de SAW e MOVISTAR KOI. A prova mais antecipada do cenário português nos últimos tempos, arranca dia 18 de janeiro.